Jornal do Commercio
PRISÃO

Polícia prende trio acusado de assaltos em Afogados

A polícia investiga se o trio é responsável por outros dez assaltos com as mesmas características

Publicado em 17/04/2017, às 17h16

Eles foram autuados por roubo qualificado e aguardam audiência de custódia / Foto: Bernardo Soares/Acervo JC Imagem
Eles foram autuados por roubo qualificado e aguardam audiência de custódia
Foto: Bernardo Soares/Acervo JC Imagem
JC Online
Atualizado às 18h21

A polícia prendeu em flagrante, na madrugada desta segunda-feira (17), três pessoas acusadas de praticar assaltos no bairro de Afogados, Zona Oeste do Recife. De acordo com o delegado Igor Leite, Joyce Maria da Silva, 19 anos, se fazia passar por garota de programa para atrair homens. Já Fladson Lourenço dos Santos, 26, e Robson Rafael de Souza Silva, 23, aproveitavam a emboscada para roubar os pertences das vítimas.

De acordo com a polícia, os suspeitos costumavam assaltar nas proximidades da Estação Largo da Paz e do Mercado de Afogados, onde aconteceu a investida mais recente. Um cozinheiro passava a pé pela localidade, quando foi abordado pelo trio. Ele teve o celular roubado, além de R$ 90,00 e dois quilos de picanha.



A polícia investiga se o trio é responsável por outros dez assaltos com as mesmas características. Os três suspeitos são réus primários, foram autuados por roubo qualificado e aguardam audiência de custódia.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM