Jornal do Commercio
Violência

Enteado e vizinho são presos suspeitos matar comerciante no Ibura

A dupla é suspeita de amarrar, amordaçar e matar a vítima para roubar cerca de R$ 2 mil que ela guardava em casa no Ibura

Publicado em 25/05/2017, às 14h59

A vítima mantinha uma pequena mercearia em cada, conhecida como Barraca da Lala / Foto: reprodução TV Jornal
A vítima mantinha uma pequena mercearia em cada, conhecida como Barraca da Lala
Foto: reprodução TV Jornal
JC Online
Com informações da Tv Jornal

Dois homens foram detidos nesta quinta-feira (25) suspeito de amarrar, amordaçar e matar uma comerciante no bairro do Ibura, na Zona Sul do Recife. Além dos presos, um terceiro rapaz está sendo investigado pela suspeita de envolvimento no crime. O presos foram identificados como Weverson, enteado da vítima, e Paulo, vizinho da mesma.

A vítima Laudicéia Silva dos Santos, 56 anos, foi morta na noite dessa quarta-feira (24), na Rua Engenho Canavieira, UR 3, Ibura. O corpo dela foi encontrado dentro do banheiro do imóvel onde ela mantinha uma pequena mercearia, conhecida como Barraca da Lala.



De acordo com a polícia, Laudicéia costumava guardar dinheiro em casa. As primeiras investigações apontam para um latrocínio, já que o trio estaria interessado em roubar a quantia de aproximadamente R$ 2 mil que a vítima mantinha guardada em dois cofres. Os presos foram levados para a Delegacia do Ibura. Câmeras instaladas em duas casas próximas ao local do crime devem ajudar nas investigações.

De acordo com testemunhas, após o crime Weverson esteve na residência e acompanhou o trabalho a perícia. Em nenhum momento ele teria apresentado nervosismo e parecia estar sentido com a perda, contou um vizinho que não quis se identificar.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM