Jornal do Commercio
Morte

Jovem morre no Grande Recife e família suspeita de envenenamento

Segundo informações da mãe da vítima, ele teria sido envenenado depois de um lanche feito na casa da ex-mulher

Publicado em 18/06/2017, às 17h25

Caso está sendo investigado pela delegada Gleide Ângelo / Foto: Igo Bione/JC Imagem
Caso está sendo investigado pela delegada Gleide Ângelo
Foto: Igo Bione/JC Imagem
JC Online

Diego Ferreira da Silva, de 25 anos, faleceu com suspeita de envenenamento neste final de semana. O jovem estava internado há nove dias em um hospital da rede privada em Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana do Recife. Segundo a mãe do rapaz, ele passou mal após buscar a filha de um ano e cinco meses na residência da ex-companheira, no bairro de Passarinho, Zona Norte do Recife.

Detalhes

No local, ele teria passado mal depois de um lanche. O jovem chegou a dar entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Nova Descoberta, onde a foi informada que ele teria sido envenenado por chumbinho. Ainda de acordo com a mãe, a vítima vivia em briga com a ex-mulher, e já havia uma medida protetiva para que ele não se aproximasse dela.



A mãe de Diego conta, ainda, que a sua ex-companheira já o teria ameaçado de morte na frente da avó dele, mas ao ser questionada, ela negou qualquer envolvimento no possível envenenamento dele. O caso está sob investigação da delegada Gleide Ângelo.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM