Jornal do Commercio
Sertão

Paulista acusado de estupro e agressão é preso por furto em Araripina

Após terceiro crime, a Justiça pernambucana decidiu prender o suspeito por acreditar que ele oferece risco à sociedadePaulista acusado de estupro e agressão é preso por furto em Araripina

Publicado em 17/07/2017, às 20h02

O Galego foi encaminhado para a Cadeia Pública de Araripina onde fica à disposição da Justiça / Foto: reprodução Google Maps
O Galego foi encaminhado para a Cadeia Pública de Araripina onde fica à disposição da Justiça
Foto: reprodução Google Maps
JC Online

Um paulista identificado como Rafael Matias Gomes de Oliveira, mais conhecido como Galego de Cida, 28 anos, foi preso nesta segunda-feira (17) no Distrito de Morais, em Araripina, Sertão pernambucano. Acusado de estuprar uma mulher em 2013 e agredir outra em 2016, ele estava em liberdade mesmo respondendo aos dois processos.

No entanto, em junho deste ano, ele teria furtado produtos eletrônicos do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do Distrito de Monteiro. Com ele foram encontrados, na época, computadores, monitores, impressa e câmera fotográfica. A partir deste momento, o juiz Clécio Camêlo de Albuquerque determinou que Rafael Matias fosse preso por acreditar que sua liberdade oferece risco à sociedade.



O suspeito então foi preso por policiais civis da 24ª Delegacia de Polícia e da 200ª Circunscrição Policial de Araripina, sob a Coordenação da Delegada de Polícia Katyanna Alencar Muniz Leite. O Galego foi encaminhado para a Cadeia Pública de Araripina onde fica à disposição da Justiça.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM