Jornal do Commercio
fuga

Três pessoas fogem do Hospital de Custódia em Itamaracá

Pacientes curatelados pularam o muro da unidade, afirma sindicato

Publicado em 13/08/2017, às 18h34

Segundo sindicato, pacientes pularam muro da unidade / Foto: Defensoria Pública/Divulgação
Segundo sindicato, pacientes pularam muro da unidade
Foto: Defensoria Pública/Divulgação
JC Online

Três pessoas fugiram, na tarde deste domingo (13), do Hospital de Custódia e Triagem Psiquiatria (HCTP), em Itamaracá. A fuga ocorreu por volta do meio-dia, durante o horário de visita de familiares aos detentos. Segundo o Sindicato dos Agentes Penitenciários (Sindasp), os pacientes curatelados pularam o muro da unidade, que tem cerca de três metros de altura.

De acordo com o sindicato, não havia policiais militares nas guaritas que fazem a segurança externa e apenas cinco agentes penitenciários estavam de plantão, fazendo o atendimento aos visitantes. "Não tem guarda externa para evitar, se tivesse uma guarda ativada, impediria, ou agentes penitenciários suficientes", denuncia o presidente do Sindasp, João Carvalho. A unidade tem 372 vagas e abriga 435 pacientes curatelados, segundo dados do sindicato.



Dois fugitivos foram identificados como Alisson Avelino da Silva, de 24 anos, e José Maxweel Camilo de Souza, de 24 anos. O terceiro foi identificado como Hugo da Silva Ferreira ou Diego Pedro da Silva, de 22 anos.

RESPOSTA

Em nota, a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) confirmou a fuga e informou que a a Polícia Militar foi acionada para realizar buscas na região. Segundo o texto, "um procedimento administrativo será aberto para apurar as circunstâncias em que a fuga ocorreu". Não foi informado se eles foram capturados.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM