Jornal do Commercio
Sertão

Jovem é suspeita de matar homem que passou a mão em suas nádegas

Crime aconteceu em Petrolina, no Sertão. Jovem de 19 anos teria usado canivete para esfaquear homem de 42 anos

Publicado em 14/09/2017, às 08h58

Mulher teria esfaqueado homem na Rua Dom Vital / Foto: Google Maps
Mulher teria esfaqueado homem na Rua Dom Vital
Foto: Google Maps
JC Online

Uma jovem de 19 anos é a principal suspeita de esfaquear e matar um homem de 42 anos em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Segundo testemunhas, a mulher teria ficado revoltada porque o homem teria passado as mãos em suas nádegas.

O crime aconteceu na Rua Dom Vital, em um ponto próximo ao mercado turístico, no Centro da cidade. Após ser agredida por Antônio Fernando Santos, a jovem identificada como Sulamita Kelly Rodrigues Farias teria ido até a casa dela e voltado para o local com um canivete.

Investigações

Segundo as investigações, Antônio foi ferido com golpes de canivete na região do tórax. A equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) foi acionado, fez os primeiros socorros e, em seguida, levou a vítima ao hospital. Apesar de todos os esforços, o homem não resistiu aos ferimentos e morreu.



Para o delegado Magno Neves, Sulamita pode responder pelo crime de homicídio privilegiado, que é aquele cometido sob o domínio de violenta emoção, seguido a injusta provocação da vítima. "Caso seja confirmado o abuso anterior sofrido por ela, ela vai responder por homicídio privilegiado, no lugar de homicídio qualificado. Ela fugiu do local, então isso deve ser apurado de forma concreta e clara para que a justiça possa ser feita", afirmou.

Logo após a confusão, Sulamita ainda teria sido vista voltando para casa, mas a suspeita fugiu em seguida. A Polícia faz buscas para tentar encontrar a jovem.


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por Muniz Nunes,15/09/2017

Infelizmente foi fatal, era para ter cortado apenas o pênis desse tarado - só de aviso. O nosso governo e a polícia não fazem nada, a população tem de ter o direito de defesa.

Por AMANDA,15/09/2017

Que bom, que todas sigam esse exemplo e não precisa fugir não ! Já que a policia não resolve nos resolvemos :*

Por Mendes,15/09/2017

Faz a famosa audiência de custódia. que ela é solta.

Por Legítima defesa,15/09/2017

Polícia e justiça não tem quem prender a jovem agiu em legítima defesa.a fragilidade da jovem mulher perante ao meliante homem.já caracteriza a legítima defesa.

Por Tafarel ,14/09/2017

Parabéns a moça. Estava no direito de se defender. Não acho desproporcionalidade. O homem agiu de forma errada e tem mais força. A mulher com a faca estava em pé de igualdade com o homem. Portanto acho que está tudo equilibrado e a moças estava apenas zelando por seu direito à honra.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Julgamento de Lula Julgamento de Lula
O Tribunal Regional Federal da 4ª Região confirmou, no histórico 24 de janeiro de 2018, a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e ampliou a pena para 12 anos e 1 mês de reclusão
Copa do Nordeste 2018 Copa do Nordeste 2018
A 15ª edição da Copa do Nordeste tem um sabor especial. 2018 marca a volta das transmissões de futebol da TV Jornal. Ao lado da co-irmã de Caruaru e de nove afiliadas do SBT Nordeste, a emissora vai levar ao público todas as emoções do torneio
Conheça o Cambinda Brasileira, maracatu rural mais antigo em atividade Conheça o Cambinda Brasileira, maracatu rural mais antigo em atividade
Conheça o Cambinda Brasileira, maracatu rural mais antigo em atividade

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM