Jornal do Commercio
Segurança

SDS monta operação para conter roubos e furtos no Centro do Recife

Detalhes da Operação Cerne foram apresentados nesta quarta (1º). Polícias Civil e Militar trabalharão em conjunto com Corpo de Bombeiros na região

Publicado em 01/11/2017, às 11h38

Policiamento será reforçado nos bairros da Boa Vista, Soledade, São José e Santo Antônio / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Policiamento será reforçado nos bairros da Boa Vista, Soledade, São José e Santo Antônio
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Da Editoria de Cidades

A Secretaria de Defesa Social divulgou na manhã desta quarta-feira (1º) os detalhes da Operação Cerne, novo esquema de policiamento das áreas centrais do Recife. No novo plano, pensado inicialmente para as festas de fim de ano, as Polícias Civil e Militar trabalharão em conjunto com o Corpo de Bombeiros atuando de maneira ostensiva desde a investigação de furtos e roubos, prisão de criminosos, até a fiscalização de construções e estabelecimentos irregulares.

De acordo com o secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, a operação será por tempo indeterminado e foi pensada de acordo com as necessidades da população da região. "O plano de trabalho foi construído de acordo com a demanda da sociedade civil, e em conjunto com as associações comerciais da região. É uma operação com data para começar, mas sem data para acabar", frisou.

A Polícia Civil terá um plantão na Rua da Aurora, no centro do Recife, com as equipes focadas em solucionar inquéritos de crimes contra o patrimônio na área central da cidade. Também atuarão para identificar receptadores de produtos de furto ou roubo e no combate à pirataria.



CDL

A Câmara de Dirigentes Logistas (CDL) e a Associação Comercial de Pernambuco são parceiros da operação. As câmeras de seguranças dos estabelecimentos comerciais ajudarão a ampliar a vigilância do Centro do Recife. Já os profissionais de segurança privada que atuam no comércio local serão capacitados para colaborar com informações qualificadas às esquipes da Secretaria de Defesa Social (SDS).

Policiamento ampliado

Segundo Humberto Freire, secretário-executivo da SDS, o policiamento será triplicado nas áreas dos bairros de Santo Antônio, São José, Boa Vista e da Soledade, cuja circulação de pessoas é de 67.500 pessoas normalmente, e sobe para 1,2 milhão nesse período de fim de ano. E para dar um apoio, a Polícia Civil terá uma delegacia funcionando em sua sede, na Rua da Aurora. "O reforço de policiamento será por parte da Polícia Militar e a ampliação do atendimento à população por parte da Polícia Civil", explicou.

Sobre a Ilha do Recife Antigo ter ficado de fora do escopo operacional, Freire explicou justificou. "Além de não ter uma atividade comercial muito aquecida, já existem ações de policiamento no Recife Antigo", afirmou.


Recomendados para você


Comentários

Por EDWIN,01/11/2017

Mas que imagem patética é esta! São Cosme e Damiâo em cima de uma banco de madeira.kkkkkk! Paulo Câmara,cada de que passa fica mais fólclore.acho que ele quer concorrer com o lendário folclorista Newton Carneiro.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Recife em Transformação Recife em Transformação
A cidade e o desafio de traçar o seu futuro
Zika em mil dias Zika em mil dias
Já se passaram quase 2 anos e meio desde que o JC anunciou a explosão de casos de recém-nascidos com microcefalia. Muitas dessas crianças já completaram os seus primeiros mil dias de vida. Famílias e especialistas revelam o que aconteceu nesse período
Logística e inovação Logística e inovação
Você sabe o que é logística? Ela parece invisível, mas está presente no nosso dia a dia, encurtando distâncias. Quando compramos uma maçã no supermercado, muitas vezes não nos damos conta do caminho que percorreu até chegar a nossas mãos

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM