Jornal do Commercio
Agreste

Motociclista é atropelado durante perseguição policial em Caruaru

PM acredita que suspeitos poderiam assaltar carro forte que estava perto de banco no centro da cidade

Publicado em 14/11/2017, às 09h19

PM acredita que suspeitos poderiam assaltar carro forte  / Foto: Google Maps
PM acredita que suspeitos poderiam assaltar carro forte
Foto: Google Maps
JC Online

Um motociclista ficou ferido depois de ser atropelado por suspeitos que fugiam de uma abordagem policial no centro de Caruaru, no Agreste de Pernambuco. A confusão aconteceu na tarde dessa segunda-feira (13). A hipótese levantada pela Polícia Militar é que os suspeitos poderiam assaltar uma agência bancária.

A perseguição começou na Avenida Rio Branco, no bairro Maurício de Nassau. De acordo com um sargento da PM ouvido pela Rádio Jornal e que não teve a identidade revelada, os homens estavam em um veículo branco de modelo Corolla com placa de Paulista, cidade do Grande Recife. "Ao verificar no sistema, o veículo constava como sendo de Caruaru", disse o PM. A TV Jornal apurou que o veículo havia sido roubado no último dia 10 de setembro. A seguradora já pagou o dinheiro do seguro ao dono do veículo que, após a perícia, deve ser entregue à empresa. 

Com a suspeita, a guarnição tentou abordar os homens que fugiram vindo a atropelar o motociclista em uma das ruas do bairro. "O Corolla é um carro rápido, nós tentamos acompanhar, mas o que foi impossível", analisou o sargento.



Ainda de acordo com a Polícia Militar, o carro dos suspeitos foi abandonado em um terreno nas proximidades da rodovia PE-095. O motociclista foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) e levado para o Hospital Regional do Agreste (HRA).

Suspeita

De acordo com a Polícia Militar, testemunhas afirmam que os suspeitos estavam observando a movimentação de um carro forte que estava nas proximidades da agência do banco Itaú na Avenida Manoel de Freitas. Este é o mesmo local onde um vigilante foi assassinado durante um assalto no último dia 7 de fevereiro.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM