Jornal do Commercio
ROUBO

Policiais militares são expulsos da companhia por cometerem roubo

Os policiais militares roubaram uma quantia de R$ 1.300 em espécie de um suspeito de assalto

Publicado em 07/12/2017, às 16h29

A SDS comunicou a expulsão por meio de nota no Diário Oficial divulgado nesta quinta-feira (07) / Foto: Reprodução/Street View
A SDS comunicou a expulsão por meio de nota no Diário Oficial divulgado nesta quinta-feira (07)
Foto: Reprodução/Street View
JC Online

Um cabo e um soldado foram expulsos da Polícia Militar após serem investigados pela Corregedoria Geral. Whashington Misael Camelo e Alexandre Giancipoli da Silva são acusados de roubar dinheiro de um suspeito de assalto.

A exclusão da companhia foi divulgada pela Secretaria de Defesa Social (SDS) por meio do Diário Oficial nesta quinta-feira (07).

Os policiais investigados efetuaram a prisão de um dos homens que teriam assaltado um casal em Bairro Novo, em Camaragibe, no dia 10 de abril de 2014. Dois assaltantes invadiram uma casa que fica na Rua Vitória Régia, levando uma quantia de R$ 1.300 em espécie, três aparelhos celulares, um tablet e outros objetos.

As vítimas do assalto, um aposentado e uma dona de casa, acionaram a polícia após a ação criminosa. Quando a viatura chegou no local, somente Adjá Leônidas foi encontrado. Seu outro comparsa, Renato Emiro da Silva conseguiu fugir. Segundo a SDS, o suspeito capturado ainda portava uma arma calíbre 38.

Ao ser apresentado ao comando da operação policial, os militares só entregaram o suspeito e arma, ficando de posse da quantia em dinheiro, omitindo o valor apreendido no assalto. Segundo divulgou a SDS, o cabo e o soldado se aproveitaram da "facilidade proporcionada por serem policiais, naquela ocasião, e subtraíram em proveito, certa quantia de dinheiro que estava sob a posse do assaltante".



Como forma de punição, eles foram expulsos da companhia e ainda respondem a um processo criminal. A SDS destacou quem os acusados "macularam a honra pessoal, o pundonor militar e o decoro da classe".

Outro caso

Dois policiais civis e um agente socioeducativo tiveram prisão decretada pela Justiça, nessa quarta-feira (06). Eles são acusados de concussão (extorsão praticada por funcionários públicos). De acordo com a Corregedoria Geral da Secretaria de Defesa Social (SDS), os suspeitos ameaçaram e exigiram dinheiro de um comerciante para que ele não fosse preso por suspeita de irregularidades na oficina dele, localizada em Olinda, no Grande Recife. 

Claudio Alves de Souza, 52 anos, Iraquitan Bezerra da Silva, 43, comissários da delegacia de Paulista, e o agente socioeducativo Fábio Barbosa da Silva, teriam exigido R$ 6 mil à vítima e após negociações, ficou acertado a ser pago R$ 1 mil.  Eles foram presos em flagrante após receberem uma quantia inicial de R$ 250.  


Recomendados para você


Comentários

Por SINCERO,07/12/2017

É HORRÍVEL ISSO, PORÉM ACONTECE COM FREQUÊNCIA, POLICIAIS ROUBANDO LADRÕES, OU SEJA LADRÕES ROUBANDO LADRÕES.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC recall de marcas 2017 JC recall de marcas 2017
Conheça o ranking das marcas que têm conseguido se manter no topo da preferência dos pernambucanos. O rol é resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Harrop, há duas décadas parceiro do Jornal do Commercio na realização da premiação
10 anos do IJCPM 10 anos do IJCPM
O Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) comemora 10 anos de história, contribuindo para transformar a vida de jovens de comunidades com histórico de desigualdade social nas cidades de Recife, Salvador, Fortaleza e Aracaju
Chapecoense: um ano de saudade Chapecoense: um ano de saudade
Um ano de saudade. Foi isso que restou. A maior tragédia do esporte mundial, no dia 29 de novembro de 2016, quando houve o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, em Medellín, na Colômbia, fez 71 vítimas. Entre elas, dois pernambucanos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM