Jornal do Commercio
ASSASSINATO

Mulher de 49 anos é decapitada em Barra de Jangada

A vítima foi assassinada na manhã deste domingo (10) e teve sua cabeça presa no muro de casa

Publicado em 10/12/2017, às 13h20

Caso aconteceu na Rua Canaã, em Barra de Jangada / Foto: Google Maps
Caso aconteceu na Rua Canaã, em Barra de Jangada
Foto: Google Maps
JC Online
Com informações da Rádio Jornal

Uma mulher foi decapitada na manhã deste domingo (10) no bairro de Barra de Jangada, em Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana do Recife. A vítima, Maria Aparecida dos Santos Fidelis, de 49 anos, foi encontrada morta deitada na sua cama.



O crime

De acordo com informações da polícia, o criminoso utilizou um instrumento cortante para decapitar a vítima, que estava em sua casa, localizada na rua Canaã. A cabeça da vítima foi exposta no muro de casa para que todos vissem. A suspeita é que o assassino seja um homem com quem Maria Aparecida estivesse se relacionando. Moradores da região estão em silêncio total por medo de se envolver com o criminoso.

A vítima era diarista e deixou três filhos e 10 netos. Ela trabalhava durante a semana e usava os fins de semana para lazer e descanso.

O caso será investigado pelo delegado João Brito.


Recomendados para você


Comentários

Por Fabio,12/12/2017

Essa galera da seita do Jair BolsoFurnas é tudo doente. O que isso tem a ver com a matéria? Precisamos de leis mais rígidas e não de um débil mental na presidência

Por roberto ,10/12/2017

isso e um mostro nosso estado chega aos números de 5000 mil homicídios bolsonaro 2018 e a solução

Por Barbárie !!!,10/12/2017

Revisar as Leis já !!! faço votos, que a intervenção militar em curso, ponha este monstro numa jaula, com pena perpétua.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM