Jornal do Commercio
AGRESTE

Jovem morto a tiros é encontrado em um lixão em Brejo da Madre de Deus

Corpo foi identificado pela Polícia Civil com três perfurações no tórax causadas por arma de fogo

Publicado em 15/12/2017, às 10h37

Vítima estaria indo para Toritama acompanhado por outra pessoa antes de desaparecer / Foto: Reprodução/Redes Sociais
Vítima estaria indo para Toritama acompanhado por outra pessoa antes de desaparecer
Foto: Reprodução/Redes Sociais
JC Online

Um corpo foi localizado num lixão no distrito de São Domingos, em Brejo de Madre de Deus, Agreste de Pernambuco. Lucas Mateus Tenório da Silva, de 18 anos, estava desaparecido desde quarta-feira (13) e foi achado morto dentro de um buraco na manhã de quinta (14). Após perícia do Instituto de Criminalística, o corpo do jovem foi identificado com três perfurações no tórax por arma de fogo.

A vítima

A identificação do corpo de "Luquinhas", como era conhecido a vítima, foi possível graças a mãe, que foi prestar queixa na delegacia de Santa Cruz do Capibaribe sobre o desaparecimento do filho. De acordo com  ela, Lucas iria até a cidade de Toritama acompanhado de outra pessoa para resolver assuntos pessoais. A polícia busca essa outra pessoa para coletar mais informações sobre o crime.

Dinâmica do Crime

De acordo com a perícia, a vítima teria sido executada num local diferente de onde o corpo foi encontrado, mas foi arrastada ao lixão e coberta com placas de zinco depois do ato criminoso.



Ainda no local, foi encontrada uma placa de zinco a cerca de 15 metros de distância do corpo, além de sinais de que a vítima teria sido arrastada até onde foi achada.

Sem desfecho

De acordo com a família da vítima, Lucas não teria passagens pela polícia. As investigações ainda estão em andamento pela Polícia Civil. O corpo foi levado ao IML de Caruaru.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM