Jornal do Commercio
Estupro

Pai suspeito de estuprar as três filhas em Limoeiro; uma está grávida

A menina, de 12 anos, está grávida de dois meses.Uma das irmãs da vítima relatou ser abusada desde os 8 anos de idade

Publicado em 25/12/2017, às 14h24

Os estupros aconteciam quando a mãe da menina, que é agricultora, saia de casa.  / Foto: Reprodução
Os estupros aconteciam quando a mãe da menina, que é agricultora, saia de casa.
Foto: Reprodução
JC Online

Um homem de 53 anos, suspeito de abusar sexualmente de três das suas quatro filhas, foi preso na manhã desta segunda-feira (25) em Cedro, na Zona Rural de Limoeiro, Agreste de Pernambuco. O crime foi denunciado após umas das filhas, de apenas 12 anos, engravidar do próprio pai.

Em depoimento à Polícia Civil, a menina que está grávida relatou ser abusada pelo pai desde os 11 anos de idade, e que, até então era virgem. O caso foi denunciado acerca de dois meses, quando a irmã mais velha da vítima, de 22 anos, foi com a menina até a delegacia do município para denunciar o caso. A jovem alegou que não aguentava mais aquela situação e disse que também foi abusada pelo pai dos 8 aos 15 anos de idade. Para fugir dos abusos, a garota foi morar com parentes. Uma terceira filha do suspeito, hoje maior de idade, também também ter sido estuprada pelo pai, mas hoje não mora mais com ele.

De acordo com o delegado Paulo Gustavo Gondim, da Delegacia de Polícia da 115ª Circunscrição de Limoeiro, atualmente, a menina morava com o pai, a mãe e uma irmã mais nova, de 6 anos de idade. A criança mais nova seria a única das filhas que não teria sido molestada. A mãe das vítimas é agricultora e o suspeito aproveitava os momentos em que ficava sozinho com alguma das filhas para cometer os abusos.

Segundo a polícia, mãe das meninas afirmou não ter conhecimento dos abusos e a guarda das filhas permanecerá com ela até o inquérito ser concluído. Caso a participação nos crimes seja confirmada, as meninas serão encaminhadas para o Conselho Tutelar, que tomará as devidas providências.



Ainda de acordo com o delegado, a menina de 12 anos foi submetida ao exame sexológico no Instituto de Medicina Legal (IML) de Limoeiro, que comprovou o estupro e a gravidez de dois meses. Em seguida, ela foi levada para o para o IMIP para tomar o coquetel contra doenças sexualmente transmissíveis.

O pai das vítimas confessou o crime e foi encaminhado para o Presídio de Limoeiro. Pelo crime de estupro de vulnerável, o homem pode cumprir pena de 8 a 15 anos de prisão. Outro inquérito será aberto para apurar o estupro das duas outras filhas.As investigações foram conduzidas pela Delegada Maria Betânia, da Delegacia de Limoeiro.

Estupros em 90% das cidades pernambucanas

De janeiro a outubro de 2017, cerca de 90% das cidades pernambucanas registraram ocorrências de estupro. De acordo com os dados divulgados pela Secretaria de Defesa Social (SDS) em 15 de novembro, dos 185 municípios do estado, apenas 21 permaneciam sem denúncias desse tipo de crime.

Para se ter uma ideia mais exata do quanto a situação é alarmante (a quantidade nula de casos em algumas áreas ainda não é motivo suficiente para comemorar), é possível contabilizar que, por dia, quase seis mulheres são estupradas em Pernambuco; uma a cada quatro horas. No total, são 1.739 casos em dez meses. O maior quantitativo foi em janeiro, com 195. De lá para cá, houve pouca variação (a menor quantidade foi em julho, com 140).


Recomendados para você


Comentários

Por Agda,27/12/2017

Ser antifeminista não significa ignorar que há homem escroto, estúpido, grosso e imbecil. Claro que há! Não se discute isso, pois é óbvio. A questão é que há mulheres igualmente escrotas, estupidas, grossas e imbecis. Não há santas de um lado e demônios tarados do outro. Quem generaliza a degradação humana pelo sexo são as feministas que, mui acertadamente, são chamadas de “feminazis”. Saber identificar a dignidade humana independente do sexo, é lúcido, é inteligente, é sábio e revela maturidade, equilíbrio e sanidade mental, para dizer aqui uma atitude mínima ante esse assunto. Ser antifeminista é ter essa lucidez. Quando feministas pregam esse dogma impensado “meu corpo, minhas regras”, insistindo que estão zelando a liberdade individual de cada mulher, não mencionam também as verdadeiras consequências psicológicas e fisiológicas de que o aborto provoca no corpo e vida da mulher que o faz. Entretanto, intencionalmente, é claro, omitem que o aborto provoca inúmeros efeitos colaterais danosos nas mulheres, quais sejam: 1- Sentimentos de remorso e culpa;2 - Oscilações de ânimo e depressões;3 - Choro imotivado, medos e pesadelos;4 - Queda na autoestima pessoal pela destruição do próprio filho;5 - Frigidez (perda do desejo sexual);6 - Aversão ao marido ou ao amante;7 -Culpabilidade ou frustração de seu instinto materno;8 - Desordens nervosas, insônia, neuroses diversas;9 - Doenças psicossomáticas;10 - Depressões;11 - Abortos espontâneos subsequentes;12 - Infertilidade, em determinados casos. Essas “feminazis” não tem coragem sequer de serem honestas e decentes em seus argumentos e, por essa razão tão óbvia, caem facilmente em contradição e não possuem credibilidade alguma frente às pessoas normais e equilibradas. Estão mais para doentes mentais e desequilibradas, que necessitam justificar seus comportamentos doentios com a “defesa” de uma postura que, no mínimo, deveria ser tradada como doença psíquica grave. Eu sou mulher e optei pela vida e pela família que construí. As recompensas do sorriso de meus quatro filhos valem muito mais do que uma pretensa liberdade que pode terminar numa prisão de memórias futuras. Eu penso que essas “feminazis” são covardes que não tiveram coragem de enfrentar a vida e todas as dificuldades que as relações humanas trazem, mas ao mesmo tempo nos legam. Somos humanos e, como tais, devemos enfrentar os desafios para colher bons frutos dessa breve passagem no plano terrestre. Portanto, à “feminazi” aqui presente nos comentários do JC online, digo o seguinte: cuide de sua saúde mental antes que seja tarde.

Por Andrea,26/12/2017

Bota esse verme pra capinar as rodovias que estão cheias de mato.

Por anderson,26/12/2017

A criança grávida vai abortar ou vai gerar esse bebê??

Por Luiz Félix de Freitas Silva,25/12/2017

Elias. Concordo plenamente com você. Neste caso de estupro, no da Tamarineira, que foi ceifada uma família, no daquele bandido que assassinou a Remís, é PENA DE MORTE, mas os bandidos do colarinho imundo só se preocupam em roubar o dinheiro do sofrido povo brasileiro. Nosso combalido país está à mercê desses criminosos de Brasília e associados, de uma justiça capenga, mas uma doce mãe para esses criminosos, de um STF duvidoso. Nossa nação está entregue às baratas e só e tão somente as Gloriosas Forças Armadas para conter essa trágica situação e fuzilar esses criminosos do povo brasileiro. Que tomem conta logo dessa baderna e salvem nossa nação. Um brasileiro revoltadíssimo. Luiz Félix.

Por rui,25/12/2017

Castração química já e mais 20 anos de cadeia no mínimo.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Copa do Nordeste 2018 Copa do Nordeste 2018
A 15ª edição da Copa do Nordeste tem um sabor especial. 2018 marca a volta das transmissões de futebol da TV Jornal. Ao lado da co-irmã de Caruaru e de nove afiliadas do SBT Nordeste, a emissora vai levar ao público todas as emoções do torneio
Conheça o Cambinda Brasileira, maracatu rural mais antigo em atividade Conheça o Cambinda Brasileira, maracatu rural mais antigo em atividade
Conheça o Cambinda Brasileira, maracatu rural mais antigo em atividade
Feliz 2018! Feliz 2018!
Clique e faça sua própria queima de fogos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM