Jornal do Commercio
ZONA SUL

Homem é encontrado amarrado e com várias marcas de tiros no Jordão

De acordo com o 6º Batalhão da Polícia Militar, a vítima não foi morta no local

Publicado em 29/12/2017, às 22h15

Corpo foi encontrado na Rua Boanerges Pereira, às margens da BR 101 / Foto: Reprodução/Google Maps
Corpo foi encontrado na Rua Boanerges Pereira, às margens da BR 101
Foto: Reprodução/Google Maps
JC Online

Um homem foi executado e seu corpo encontrado numa área próxima à Escola Técnica Estadual Advogado José David Gil Rodrigues, no bairro do Jordão, Zona Sul do Recife, na noite desta sexta-feira (29). De acordo com o 6º Batalhão da Polícia Militar (BPM), responsável pela área, José Lucas Silva Carneiro, de 22 anos, teria sido morta em outro local e desovado perto da unidade de ensino. 

O corpo foi encontrado na Rua Boanerges Pereira, às margens da BR 101. O cadáver do jovem foi encontrado com as mãos amarradas nas costas e 11 marcas de tiros nas regiões do tórax, braços e coxas.



Ainda não há informações de como a vitima pode ter sido colocada no local, que, segundo o batalhão, é pouco habitada. O corpo do jovem foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, Centro do Recife.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM