Jornal do Commercio
Mistério

Camocim de São Félix registra envenenamento de 20 cães nesta semana

Testemunhas afirmam que viram homem suspeito espalhando pedaços de carne pelas ruas da cidade

Publicado em 12/01/2018, às 09h21

Suspeita é de que carne estaria envenenada / Foto: Cortesia
Suspeita é de que carne estaria envenenada
Foto: Cortesia
JC Online

Um mistério tem preocupado donos de cachorros na cidade de Camocim de São Félix, no Agreste de Pernambuco. Ao longo desta semana, 20 cães foram encontrados mortos em vários bairros da cidade com sinais de envenenamento. 

De acordo com a Prefeitura do município, que fica a 121km do Recife, os casos estão sendo registrados deste a última terça-feira (9). Os animais já foram encontrados no centro e em outros bairros da cidade.

Investigação

Testemunhas afirmam que viram um homem espalhando pedaços de carne pelas ruas para que os cachorros pudessem comer. A suspeita é que o alimento estivesse envenenado. De acordo com apuração feita pela TV Jornal de Caruaru, nem todos os animais eram de rua.

A Delegacia de Polícia Civil de Camocim de São Félix deve investigar o caso. Os policiais procuram imagens de câmeras de segurança para tentar identificar o suspeito de envenenar os cães. Se a polícia encontrar o responsável pelas mortes, a pena pode chegar a um ano de prisão, além de pagamento de multa.



Nota oficial da Prefeitura de Camocim de São Félix:

A Prefeitura de Camocim de São Félix, diante dos recentes acontecimentos relacionados à matança de cães registrada no município na última terça (09) informa que apurações estão sendo realizadas, com a ação colaborativa da Guarda Municipal em  parceria da Polícia Militar buscando dessa forma identificar o (s) autor (es) desta ação. O Prefeito do Município oficiou na manhã de quarta (10) à Polícia Civil do Estado de Pernambuco solicitando providências em termos de celeridade das investigações.  

Ainda dentro do tema e especificamente sobre cães de rua, a prefeitura irá construir ainda este ano um Abrigo para Cães e Gatos, designando profissionais para que possam resgatar e cuidar dos animais, oferecendo qualidade de vida tanto para os animais quanto retirando das ruas os referidos, que é também uma questão de saúde pública. Ainda serão intensificadas atividades de castração e vacinação, numa ação da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente. 

A Administração lamenta profundamente o episódio e está trabalhando para que situações dessa natureza sejam contornadas e os responsáveis devidamente punidos.


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por Andrea,12/01/2018

Esse verme que fez essa maldade com os animais irá pagar caro por seus atos. Esse mal que ele causou vai voltar pra ele sim ! E isso não é praga. É a lei do Universo.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Recife em Transformação Recife em Transformação
A cidade e o desafio de traçar o seu futuro
Zika em mil dias Zika em mil dias
Já se passaram quase 2 anos e meio desde que o JC anunciou a explosão de casos de recém-nascidos com microcefalia. Muitas dessas crianças já completaram os seus primeiros mil dias de vida. Famílias e especialistas revelam o que aconteceu nesse período
Logística e inovação Logística e inovação
Você sabe o que é logística? Ela parece invisível, mas está presente no nosso dia a dia, encurtando distâncias. Quando compramos uma maçã no supermercado, muitas vezes não nos damos conta do caminho que percorreu até chegar a nossas mãos

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM