Jornal do Commercio
Assalto

Banco do Brasil de Alagoinha é explodido na madrugada desta sexta

De acordo com testemunhas, bandidos efetuaram muitos tiros e ainda incendiaram um veículo para impedir perseguição policial

Publicado em 19/01/2018, às 05h59

Bandidos assaltaram BB que fica no centro de Alagoinha / Foto: Cortesia
Bandidos assaltaram BB que fica no centro de Alagoinha
Foto: Cortesia
JC Online

Mais uma madrugada de terror para moradores do Agreste de Pernambuco que sofrem com recorrentes assaltos contra agências bancárias na região. Desta vez, o alvo foi o Banco do Brasil da cidade de Alagoinha, explodido por volta das 4h desta sexta-feira (19). De acordo com relatos de testemunhas, confirmados pela Polícia Militar (PM), os bandidos estavam fortemente armados, efetuaram muitos tiros, cercaram o destacamento da PM do município e, na fuga, ainda incendiaram um veiculo na estrada que dá acesso à cidade.

Ainda segundo a PM, a ação criminosa pode ter envolvido cerca de seis criminosos. Um carro prata e duas motocicletas foram vistas deixando a cidade em alta velocidade, o que pode indicar que os veículos fizeram parte do assalto. Ao menos quatro bandidos foram vistos dentro da agência que fica no centro da cidade.

Moradores relataram que muitos tiros foram disparados para evitar que policiais se aproximassem do assalto. A 8ª Companhia Independente de Polícia Militar registrou que o destacamento policial do município foi cercado pelos criminosos. No momento, apenas dois policiais estavam no local.



Investigações

Após explodir a agência, os bandidos fugiram em direção ao distrito de Socorro, na Zona Rural de Alagoinha. A região dá acesso às cidades de São Bento do Una, Capoeiras, Garanhuns e Venturosa. Não há relatos de grampos deixados na estrada, mas um veículo foi incendiado para bloquear a rodovia PE-217 que dá acesso à cidade. Uma equipe do Grupo de Apoio Tático Itinerante (GATI) e outro da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam), ambos da PM de Pesqueira, foram deslocados ainda durante a madrugada para presta apoio ao município de Alagoinha. Por volta das 5h30 os policiais faziam buscas para tentar identificar algum envolvido no assalto. 

Apesar do susto, as primeiras informações da PM não confirmam reféns ou vítimas. A Polícia Civil deve investigar mais esse assalto. Até a última quinta-feira (18), o Sindicato dos Bancários de Pernambuco já havia registrado 10 ações contra agências bancárias em pernambuco, apenas ao longo dos primeiros dias de janeiro de 2018.


Recomendados para você


Comentários

Por Jose,19/01/2018

eu moro em Alagoinha e percebi que a policia das cidades vizinhas são quiseram ir com medo, a ação durou media de 25 a 30 minutos e foram disparados entre 30 e 40 tiros e mais ou menos 10 explosões foram ouvidas e ouve ferem sim e um deles foi meu vizinho e outros que não é do meu conhecimento, repito daria tempo da policia ter chegado porque demora apenas 10 minutos em alta velocidade para chegar de Pesquida até Alagoinha, resumindo os policiais podiam esta dormindo e não estavam nem ai para nos que ficamos ser formir des das 4:10 de hoje



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Recife em Transformação Recife em Transformação
A cidade e o desafio de traçar o seu futuro
Zika em mil dias Zika em mil dias
Já se passaram quase 2 anos e meio desde que o JC anunciou a explosão de casos de recém-nascidos com microcefalia. Muitas dessas crianças já completaram os seus primeiros mil dias de vida. Famílias e especialistas revelam o que aconteceu nesse período
Logística e inovação Logística e inovação
Você sabe o que é logística? Ela parece invisível, mas está presente no nosso dia a dia, encurtando distâncias. Quando compramos uma maçã no supermercado, muitas vezes não nos damos conta do caminho que percorreu até chegar a nossas mãos

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM