Jornal do Commercio
Descaso

Jovem é espancado e espera 6 horas por socorro em Olinda

Um jovem, acusado de ter roubado um celular, foi espancado por um homem com chutes e socos na cabeça às 3h da madrugada. O serviço se atendimento só fez o socorro da vítima por volta das 9h30 da manhã

Publicado em 11/02/2018, às 17h51

Depois de agredir, o rapaz foi embora afirmando que buscaria uma arma para voltar e matar o suspeito / Foto: Jennifer Thalis/SJCC
Depois de agredir, o rapaz foi embora afirmando que buscaria uma arma para voltar e matar o suspeito
Foto: Jennifer Thalis/SJCC
JC Online

Um jovem foi espancado por volta das 3h da madrugada deste domingo (15) por outro rapaz na Avenida PE-15, em Olinda, Região Metropolitana do Recife. O agressor da vítima acusava o rapaz de ter roubado o celular de sua namorada.

De acordo com populares, por volta das 3h da madrugada um homem estava acompanhado de sua namorada, voltando do carnaval, quando gritou ''pega ladrão'' e acusou outro rapaz que passava na rua de ter roubado o aparelho celular de sua companheira.

O homem então agrediu o suspeito com socos, pontapés e chutes, a maioria na região da cabeça. Segundo populares, depois de agredir o jovem, o rapaz foi embora afirmando que buscaria uma arma e voltaria para matar o suspeito.

De acordo com um vigia do local, que teria impedido que o agressor continuasse espancando o suspeito, o celular da moça não teria sido encontrado com a vítima. Já outros populares afirmaram que o rapaz estava com o celular.



Sem socorro

Por volta das 3h19 da madrugada duas viatura do Batalhão de Polícia de Rádio patrulha (BPRp) chegaram ao local para fazer a segurança do suspeito, que se encontrava desacordado, até a chegada da ambulância. Os policiais decidiram por não fazer o socorro da vítima para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) mais próxima pelo fato de a maioria das lesões terem sido no pescoço e na cabeça da vítima e eles não terem condições de imobilizá-la para não causar mais lesões durante o trajeto para o hospital.

As duas viaturas com cerca de 7 policiais permaneceram no local à espera da ambulância até às 5h da madrugada, quando foram embora. De acordo com moradores da região, o socorro só veio chegar por volta das 9h30 da manhã.

A reportagem tentou contato com o SAMU, mas não atenderam à ligação. A Polícia Militar da região informou não conter o registro dessa ocorrência no histórico. 


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Julgamento de Lula Julgamento de Lula
O Tribunal Regional Federal da 4ª Região confirmou, no histórico 24 de janeiro de 2018, a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e ampliou a pena para 12 anos e 1 mês de reclusão
Copa do Nordeste 2018 Copa do Nordeste 2018
A 15ª edição da Copa do Nordeste tem um sabor especial. 2018 marca a volta das transmissões de futebol da TV Jornal. Ao lado da co-irmã de Caruaru e de nove afiliadas do SBT Nordeste, a emissora vai levar ao público todas as emoções do torneio
Conheça o Cambinda Brasileira, maracatu rural mais antigo em atividade Conheça o Cambinda Brasileira, maracatu rural mais antigo em atividade
Conheça o Cambinda Brasileira, maracatu rural mais antigo em atividade

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM