Jornal do Commercio
ZONA NORTE DO RECIFE

Após denúncia em WhatsApp, suspeito de assalto a lanchonete é preso

Homem foi preso no dia seguinte ao assalto após ajuda de um grupo de WhatsApp criado por moradores de Casa Forte

Publicado em 07/03/2018, às 12h23

Lanchonete fica nas redondezas da Praça de Casa Forte / Foto: Reprodução
Lanchonete fica nas redondezas da Praça de Casa Forte
Foto: Reprodução
JC Online

Um homem foi preso em flagrante suspeito de roubar uma lanchonete localizada nas redondezas da Praça de Casa Forte, zona norte do Recife. O crime aconteceu na noite do último domingo (4), mas o suspeito só foi detido na segunda-feira (5), em frente à própria casa na Rua Doradina, em Casa Amarela, também na zona norte.

Segundo a delegada Lidia Barci, Deyvson Mario da Silva, de 25 anos, foi localizado com ajuda através de um grupo no WhatsApp chamado “Casa Forte Mais Seguro”, usado por moradores da comunidade para discutir segurança, mobilidade, educação e urbanidade no bairro de Casa Forte, além de ajudar a polícia a solucionar casos que acontecem naquelas redondezas.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito tem antecedentes criminais e agia em Casa Amarela e nos bairros das redondezas. Em 2016, foi preso por roubo.



Vídeo

As câmeras de segurança do estabelecimento registrou o momento da investida de Deyvson no Domingo. Confira:

Nas imagens acima, o homem entra armado no estabelecimento e vai direto em direção ao caixa, rendendo a funcionária da lanchonete. Rapidamente ele consegue abrir a caixa registradora e retira todo o dinheiro de dentro. Em seguida, o suspeito procura algum outro local que haja dinheiro, mas não achou e fugiu do local. A ação criminosa durou pouco mais de um minuto. Além das imagens acima, a câmera de segurança também registrou uma ida do homem ao mesmo local no dia anterior (3).

Ainda segundo a delegada Lidia Barci, a polícia acredita que um ex-funcionário, demitido na semana passada, tenha passado alguma informação para o suspeito que fez com que ele conseguisse chegar no caixa e agir de forma rápida. Em interrogatório, Deyvson admitiu o crime e contou como aconteceu, mas não se pronunciou sobre conhecer o funcionário demitido.

O ex-funcionário vai ser ouvido nesta quarta-feira (7) na Delegacia de Polícia de Casa Amarela. Deyvson Mário da Silva foi autuado em flagrante e será encaminhado à audiência de custódia.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM