Jornal do Commercio
TRAGÉDIA

Jovem é morta pelo companheiro na Zona Norte do Recife

A mulher teria o primeiro dia das mães com o filho, que vai completar um ano de idade, fruto do relacionamento com o autor do crime

Publicado em 13/05/2018, às 12h55

O corpo da vítima foi encontrado numa ribanceira, na 4ª Travessa do Alto da Telha, no bairro do Passarinho / Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
O corpo da vítima foi encontrado numa ribanceira, na 4ª Travessa do Alto da Telha, no bairro do Passarinho
Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
JC Online
Com informações da TV Jornal

O corpo de uma jovem foi encontrado em uma ribanceira, no bairro de Passarinho, na Zona Norte do Recife, na manhã deste domingo (13). A dona de casa, de 18 anos, foi atingida por disparos de arma de fogo, pelo companheiro, com quem tinha um filho que ainda vai completar um ano de idade.

O primeiro dia das mães de Willyane Giovana Silva de Oliveira, conhecida como Mana, foi interrompido com um fim trágico. De acordo com o Corpo de Bombeiros, que foi acionado para remover a vítima do local de difícil acesso, ela foi encontrada pelos familiares já sem vida.

O casal mantinha um relacionamento há dois anos

Segundo informações do perito Raphael Wanderley do Instituto de Criminalística (IC), ela foi atingida por tiros dentro de casa, na 4ª Travessa do Alto da Telha. A polícia relata que os disparos foram efetuados por um homem, de 18 anos, que mantinha um relacionamento há dois anos com Willyane Giovana.



Em entrevista à TV Jornal, uma vizinha, que prefere manter o anonimato, conta que já tinha dado vários conselhos a jovem porque havia relatos de que o suspeito era agressivo.

O suspeito foi preso e encaminhado ao Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM