Jornal do Commercio
CRIMES

Três mortos em chacina na cidade de Surubim

Segundo investigações, uma das vítimas estaria envolvida com a morte de um policial, e o motivo do crime seria vingança

Publicado em 11/07/2011, às 07h59

Do JC Online
Com informações do NE10

Atualizada às 13h40

Três pessoas foram assassinadas na noite do último domingo (10), no bairro de Chã do Marinheiro, em Surubim, Agreste pernambucano.

Por volta das 20h, desconhecidos chegaram atirando com uma pistola calibre ponto 40 - arma usada pela polícia - e mataram os irmãos Edson Silva de Lima, 24 anos, e Adriano Silva de Lima, 22, além do amigo deles Severino João dos Santos, 42.

De acordo com as as primeiras informações, Severino João dos Santos estaria envolvido na morte de um policial e o motivo do crime seria vingança. Segundo o delegado Paulo Roberto Medeiros, que está à frente das investigações, equipes da polícia já estão realizando as primeiras diligências.

O trabalho está sendo feito em cima de duas outras hipóteses, além do envolvimento de Severino em um homicídio. A primeira seria alguma ligação com um duplo homicídio ocorrido na cidade, na última quinta-feira (7). A outra, seria vingança por algo realizado pelo Severino, que chegou de São Paulo há poucos dias.

Com esses homicídios, sobe para cinco o número de pessoas assassinadas em Surubim nas últimas 72 horas.

Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM