Jornal do Commercio
JC 360

Imagens para tratar o câncer

Tomografia e ressonância magnética são exames fundamentais para analise e tratamento de pacientes com casos suspeitos de tumores

Publicado em 31/05/2017, às 09h00

Rosiene foi diagnosticada com um câncer gastrointestinal depois de fazer uma tomografia. / Ashlley Melo/JC360
Rosiene foi diagnosticada com um câncer gastrointestinal depois de fazer uma tomografia.
Ashlley Melo/JC360
JC Online

Há quase um ano, a secretária Rosiene Nóbrega, de 51 anos, foi surpreendida com o resultado de uma tomografia para investigar uma dor na perna e na virilha. Ela descobriu um tipo raro de câncer gastrointestinal. “Eu achava que era algum problema na circulação sanguínea. Fui numa urgência, numa noite quando saí do trabalho, o médico fez um exame e viu que a dor era no nervo ciático, mas que eu também tinha um tumor atrás do estômago”, conta.

Com a descoberta ainda na fase inicial, foi possível fazer uma cirurgia para retirada do tumor de cinco centímetros. Desde então, ela precisa fazer exames regularmente para acompanhar a evolução do tratamento. “A cada dois meses eu faço uma nova ressonância e uma endoscopia. E vai ser assim pelos próximos cinco anos” diz Rosiene.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), 600 mil novos casos de câncer devem ser registrados entre 2016 e 2017, sendo os tipos mais incidentes o de pele, próstata e mama.

“O câncer é uma doença que acomete qualquer faixa etária, apesar de ser mais comum nos idosos. A recomendação é você sempre ter um contato com o seu medico. Se na sua família tem algum tipo de câncer prevalente, procure um especialista para fazer um check-up”, recomenda o radiologista Eolo Albuquerque, do Multimagem.



 

AM250517020

“Depois da criação da ressonância e da tomografia, nós conseguimos fazer o diagnóstico de câncer mais precocemente. São imagens computadorizadas com as quais nós temos a capacidade de identificar alterações, mesmo que pequenas, nos órgãos. Com os métodos de imagem você consegue ter uma melhor visão desses tumores sem precisar invadir o paciente, operar ou fazer biópsia”, diz Eolo Albuquerque.O diagnóstico precoce é fundamental para o sucesso no tratamento em pacientes que convivem com a doença. Para analisar casos suspeitos, os médicos têm à disposição o uso de métodos de imagem como a tomografia e a ressonância magnética.

O exame realizado em cada paciente vai depender do tipo de câncer suspeito. “Para tumores de cabeça e cérebro se faz a ressonância. No caso do pulmão, que tem ar, a tomografia é mais sensível. Mas um método complementa o outro, eles não são excludentes”, explica o radiologista.

Mas não é apenas no diagnóstico que os métodos de imagem são utilizados. Com a ressonância magnética e a tomografia, também é possível avaliar o comportamento do tumor e se houve metástase, que é quando o câncer se espalha além do seu local de origem para outras partes do corpo. “Isso ajuda a gente a colocar o paciente em um protocolo de diagnostico e depois avaliar essa evolução de acordo com o tratamento que o paciente recebeu”, diz o médico do Multimagem.

Depois do susto, Rosiene conta que perdeu o medo do inesperado. "Em nenhum momento eu me desesperei. Tudo é muito rápido e acontece na hora que deve ser. A maior lição que eu tiro disso tudo é que eu perdi o medo de perder as coisas. Se o médico não tivesse insistido em fazer o exame talvez não tivesse tido tempo suficiente", diz.


Recomendados para você


Comentários

Por frederico beltrão,03/06/2017

O Dr Eolo Albuquerque , para que saibam , é o melhor especialista em Tomografia Pulmonar deste páis . Não é nenhum exagêro . Eu tive no final do ano passado uma suspeita de embolia Pulmonar , e o meu Pneumologista na época , O Dr Gildo Ferreira Lima ( um dos melhores do país também) me indicou o Dr Eolo , da Multimagem . Ao fazer o Laudo , mesmo sem precisar fazê-lo ele desceu a imagem do Tomógrafo (estive deitado no Tomografo que aparece na reportagem) alguns centímetros no meu abdomen e detetou uma Neoplasia no meu Rim esquerdo , de aproximadamente 5,6 cm . O resultado saiu rápido , e fui rápidamente à uma Nefrologista , a Dra Maria Carolina Neves (da Nefroclínica e Multirim) , e atravéz de uma Ressonância Magnética confirmou a existência do tumor e ela me encaminhou para o Dr Rodolfo Pacheco no REAL URO . Conclusão , no inicio de Fevererio deste ano de 2017 fiz uma Nefrecotmia Radical , retirando o RIM esquerdo , e felizmente o Cancêr foi detetado , após biopsia apenas dentro do RIM . Estou curado !!!!! Então vemos que o Dr Eolo , além de médico , pratica medicina . O mesmo falo dos Drs Gildo , Dr Rodolfo e Dra Carol . São anjos de Deus neste mundo !!!!!!!

Por tarciano,01/06/2017

Estamos vivendo uma EPIDEMIA e os médicos não falam: lado esquerdo da minha casa meu vizinho morreu, em frente 3 pessoas da mesma família estam,meu pai faleceu a hum mês ,no lado direito minha vizinha esta e na casa emfrente a dela minha outra vizinha esta.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Recife em Transformação Recife em Transformação
A cidade e o desafio de traçar o seu futuro
Zika em mil dias Zika em mil dias
Já se passaram quase 2 anos e meio desde que o JC anunciou a explosão de casos de recém-nascidos com microcefalia. Muitas dessas crianças já completaram os seus primeiros mil dias de vida. Famílias e especialistas revelam o que aconteceu nesse período
Logística e inovação Logística e inovação
Você sabe o que é logística? Ela parece invisível, mas está presente no nosso dia a dia, encurtando distâncias. Quando compramos uma maçã no supermercado, muitas vezes não nos damos conta do caminho que percorreu até chegar a nossas mãos

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM