Jornal do Commercio
Recife

Projeto para controle do Aedes apostará na esterilização do mosquito

Parceria da Prefeitura do Recife com outras empresas visa diminuir a população do mosquito através da esterilização em laboratório

Publicado em 13/07/2017, às 08h59

Índice de infestação do mosquito transmissor da dengue, zika e chicungunha em municípios pernambucanos preocupa o governo / Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem
Índice de infestação do mosquito transmissor da dengue, zika e chicungunha em municípios pernambucanos preocupa o governo
Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem
Da editoria Cidades

A Prefeitura do Recife lançará um projeto piloto para o controle do Aedes aegypti, transmissor da dengue, chicungunha e zika. A técnica, realizada em laboratório, consiste em tornar o mosquito macho estéril por meio da radiação ionizante e da transgenia. Depois do procedimento, o inseto é devolvido ao meio ambiente. A iniciativa, em parceria com a Biofábrica Moscamed e Agência Internacional de Energia Atômica, contará com recursos, no valor de R$ 3,1 milhões, do Fundo Nacional de Saúde (FNS).

Através do método a capacidade de fecundidade e fertilidade do Aedes é comprometida, levando à baixa reprodução do mosquito e diminuindo a população. O prefeito Geraldo Julio deve assinar o termo de cooperação entre os envolvidos na tarde desta quinta-feira (13), no edifício-sede da Prefeitura, no Bairro do Recife, área central da capital pernambucana.



Encontro

Na última terça-feira (9), o cenário foi amplamente discutido durante reunião do Comitê de Mobilização Social de Controle e Prevenção às Arboviroses. O encontro aconteceu na sede da Secretaria Estadual de Saúde (SES), no bairro do Bongi, Zona Oeste do Recife. Apesar da diminuição no número de casos das doenças causadas pelo Aedes, o governo alertou para os novos números de índice de infestação predial do mosquito nas cidades pernambucanas. Atualmente, 99 municípios estão em situação de risco de surto.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM