Jornal do Commercio
Contemporâneo

Espetáculo de dança 'Buraco' busca estimular imaginação infantil

Obra da Elisabete Finger (BRA/ALE) ganha sessões na Caixa Cultural

Publicado em 05/08/2017, às 16h03

Espetáculo busca novas formas de se conectar com o público infantil / Divulgação
Espetáculo busca novas formas de se conectar com o público infantil
Divulgação
JC Online

Quando se pensa obras artísticas para crianças, as imagens mais recorrentes são as de produtos coloridos, de fácil assimilação e, muitas vezes, decorrentes de fórmulas já consagradas. Portanto, pensar alternativas criativas de se comunicar com o público infantil é um desafio no qual um número crescente de artistas tem se lançado. É o caso da companhia Elisabete Finger (BRA/ALE), que apresenta o espetáculo Buraco, de 4 a 6 de agosto, na Caixa Cultural Recife.

Obra que encerra o projeto Pintando o 7, voltado para trabalhos de dança contemporânea que focam no público infantil, Buraco parte do pressuposto de que nada é intransponível. Por isso, na montagem, tudo fura e pode ser furável. A ideia é que, uma vez em que o indivíduo se propõe a olhar para o outro lado, buscar novas perspectivas, se surpreender se torna um processo natural.



ESTÍMULO

O público é estimulado a apreender novas possibilidades sensoriais e relacionais. O buraco, aqui, é entendido como um meio entre o dentro e o fora, entre diferentes corpos e materiais.

A concepção é de Elisabete Finger com auxílio dos performers e criadores Cinira Macedo, Jamil Cardoso e Sandro Amaral.


Serviços

Buraco, da Cia. Elisabete Finger – Dias 4 e 5, às 16h, e 6 de agosto, às 10h, na Caixa Cultural Recife (Avenida Alfredo Lisboa, 505, Bairro do Recife). Ingressos: R$ 10 e R$ 5 (meia-entrada). Informações: 3425-1900

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Prêmio ISS Recife Prêmio ISS Recife
Principal item da receita própria dos municípios, o Imposto Sobre Serviços (ISS) entra no cofre das prefeituras tanto para custear despesas quanto para viabilizar investimentos nas cidades.
#ConexãoPelaVida #ConexãoPelaVida
Há quase dois séculos, o Real Hospital Português mantém a sua atenção voltada para o bem-estar dos pacientes. Conheça um pouco mais sobre a instituição médica que aos 162 não para de se modernizar
Agreste Empreendedor Agreste Empreendedor
O Agreste pernambucano é a região que mais cresce em Pernambuco. E, por incrível que pareça, a força motriz que puxou esse desenvolvimento foi o empreendedorismo.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM