Jornal do Commercio
DESPEDIDA

Morre, aos 91 anos, a artista plástica Mirella Andreotti

Nascida na Itália, a artista teve o Recife e Olinda como espaços para ampliação de seu trabalho

Publicado em 03/05/2017, às 13h17

Mirella Andreotti começou a pintar ainda criança, apenas como passatempo / Foto: Acervo pessoal/Divulgação
Mirella Andreotti começou a pintar ainda criança, apenas como passatempo
Foto: Acervo pessoal/Divulgação
JC Online

Faleceu, na manhã desta quarta-feira (3/5), a artista plástica Mirella Andreotti. Ela sofreu um infarto e acabou falecendo no Hospital Português, no bairro do Paissandu, área central do Recife.

Mirella nasceu em abril de 1926 em Livorno, na Itália, e começou a pintar ainda criança, apenas como passatempo. Em 1950, imigrou para o Brasil. Já casada com Romano Andreotti, desembarcou em Londrina e começou a adotar o País como seu novo lar, passando por São Paulo e Recife.

Em 1963, seu marido foi transferido para os Estados Unidos, já com suas duas filhas, Patrizia e Monica Andreotti. Foi então que Mirella retomou suas pinturas com mais dedicação, pintando no sótão de casa. Percebendo que seus amigos admiravam suas obras e tinham interesse em adquiri-las, começou a pintar profissionalmente e iniciou suas vendas e exposições.



RETORNO AO RECIFE

Depois desse período, a família voltou para o Recife (1965), onde Mirella começou a conhecer e frequentar vários artistas Pernambucanos. O grupo se reunia na Oficina 154, em Olinda, onde acontecia o "Movimento da Ribeira". Fez amigos como João Câmara, Maria Carmem, Wellington Virgulino e José Cláudio. 

Desde 1966, começou a apresentar coletivas e exposições individuais, ficando conhecida em todo o Brasil. Sua primeira fase artística foi com o Figurativo, trabalhando com colagens e tecidos. Passando depois para o Abstrato, onde o forte das suas obras era o Alumínio e por fim o Aço.

Suas obras passaram a ser conhecida por vários países, onde recebia pedido de painéis e quadros para fora do Brasil. Por aqui, suas obras estão em locais, como o Edifício Sede Guarantã S.P.A., em São Paulo.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM