Jornal do Commercio
Residência

Casa do Cachorro Preto se muda para o Shopping Recife

Com exposição de artistas mulheres, ocupa temporariamente o mall

Publicado em 16/05/2017, às 12h41

Obra de Ianah Maia participa da ocupação da Casa do Cachorro Preto no Shopping Recife / Divulgação
Obra de Ianah Maia participa da ocupação da Casa do Cachorro Preto no Shopping Recife
Divulgação
JC Online

Um dos mais importantes centros de difusão da arte contemporânea em Pernambuco, A Casa do Cachorro Preto se muda temporariamente de Olinda para Boa Viagem. Projeto da casa, a exposição Delas integra, a partir da próxima sexta-feira, dia 19, a Mostra Cultural do Shopping Center Recife.

A mostra Delas é uma compilação dos trabalhos de vinte artistas pernambucanas e uma homenagem especial à artista olindense Tereza Costa Rêgo. O projeto faz parte das estratégias da Casa do Cachorro Preto para usar a arte como mecanismo de discussão de temas como a igualdade de gênero.



Participam artistas pernambucanas ou aqui residentes, de narrativas e técnicas variadas. São elas: Amelia Couto, Barbara Collier, Bia Melo, Carol Huang, Clara Moreira, Clara Nogueira, Clarissa Machado, Conchita, Dani Acioli, Fefa Lins, Gio Simões, Joana Liberal, Juliana Lapa, Kátia Fugita, Laura Costa Rêgo, Luciene Torres, Nathalia Queiroz, Simone Mendes, Tatiana Móes e Valéria Rey Soto.

GALERIA

O espaço contará ainda com uma reprodução da lojinha da Casa do Cachorro Preto e eventos como oficinas, shows e lançamentos de livros. Na loja, é possível comprar originais ou réplicas de artistas como Ayodê França, Arbos, Beto França, Bozó Bacamarte, Cavani, Daaniel Araújo, Demetrio Albuquerque, Jeims Duarte, João Lin, Manoel Quitério, Mascaro, Raoni Assis e Shiko.
O projeto acontece até o dia 28 de maio. Neste tempo, as atividades do Cachorro Preto em Olinda estão paradas.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM