Jornal do Commercio
Lanchonete

Charme de Jurema Fox impulsiona o Dogão da Juju

Drag queen é sucesso nos bairros do Barro e do Ibura com duas lojas especializadas no sanduíche

Publicado em 20/03/2017, às 15h25

Jurema Fox vai para a cozinha preparar a mistura que compõe seu super cachorro-quente / Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Jurema Fox vai para a cozinha preparar a mistura que compõe seu super cachorro-quente
Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Flávia de Gusmão

O ator Reyson Santos sempre teve duas paixões: o teatro, que começou aos 9 anos de idade, e comer cachorro-quente. Mas só bem mais tarde na vida ele descobriu que juntar os dois seria uma fórmula para o sucesso. Formado em marketing e pós-graduado em comunicação empresarial, Reyson, que também atende pelo nome de Jurema Fox, é proprietário de duas lanchonetes que, ao que tudo indica, não tardarão a se multiplicar. O Dogão da Juju é o nome escolhido para os estabelecimentos, que fazem sucesso nos bairros do Barro e do Ibura.

Se cachorros-quentes existem aos montes por aí, Reyson se certificou de acrescentar alguns diferenciais que tornariam o seu produto único, ao qual ele dispensa a falsa modéstia ao classificá-lo como “o melhor de Pernambuco”. Uma das sacadas foi confeccionar o sanduíche em três tamanhos: o tradicional, o de 30 cm e, seu principal argumento de vendas, aquele que mede o avantajado comprimento de 60 centímetros. Compartilhado por amigos, familiares e casais de namorado, este super hot-dog recebe variações de molhos e componentes que o empurram para fora da rotineira limitação pão, salsicha, vinagrete e milho, embora esta convenção também faça parte do seu cardápio. 

Mas o ingrediente secreto é mesmo a personalidade esfuziante de seu personagem Jurema Fox. A drag queen subiu ao palco com Reyson quando ele estreou no espetáculo Paloma para Matar, e o acompanha desde então, inclusive na sua atividade atual como repórter. E ela aproveitou a convivência com os colegas para batizar alguns molhos famosos na casa, a exemplo do Flavinho, que é feito de mostarda e mel; do Jotinha, que tem azeitona como base, do Badoque, um aveludado rosê e do Carlete, um bem temperado barbecue. Ao escolher o dogão da Juju, é possível optar por três tipos de molho, num total de sete disponíveis na casa.

 

SABORES ESPECIAIS

Os sabores especiais bolados por Jurema Fox são o Dogão Nordestino, com pão, salsicha, charque, queijo coalho, acompanhamentos e molhos; e o Dogão Defumado, com pão, salsicha, bacon, carne moída, acompanhamentos e molhos. O Dogão Tradicional é aquele que você, além de contar com as obrigatórias carne e salsicha, pode se divertir à vontade na combinação de acompanhamentos e molhos.

Jurema Fox tem vida agitada, além de sua participação televisiva, é constantemente convidada para apresentar eventos de portes variados, performar em palcos dublando e cantando. Ela gravou CD e tem no currículo participações nos programas de Regina Casé e Fátima Bernardes. Mas seu comprometimento com o Dogão da Juju é total. Ao menos uma vez por semana ela visita as duas unidades e, quando não vai, faz falta: “Os cliente perguntam logo, ‘Cadê a Jurema?’”, confirma ela. Nessas ocasiões, a festa está garantida, pois a própria Juju se mete na cozinha e coloca a salsicha no pão em meio a uma sequência afiada de brincadeiras e piadas. A galera adora.

Dogão da Juju – Rua Padre Diogo Rodrigues, 793, Barro. Rua Fernando Tomaz da Silva, 1081, Ibura. De quinta a domingo, das 18h às 23h

 


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM