Jornal do Commercio
Gulodices

Mr. Cheney, especializada em cookies, inaugura primeira loja no Recife

Casal de São Paulo recebeu receita de um norte-americano e iniciou rede de franquias que já chegam a nove Estados

Publicado em 20/03/2017, às 15h25

O biscoito que leva gotas de chocolate na massa e recheio de chocolate cremoso faz sucesso / Divulgação
O biscoito que leva gotas de chocolate na massa e recheio de chocolate cremoso faz sucesso
Divulgação
Flávia de Gusmão

O recifense vai poder experimentar as guloseimas da Mr. Cheney, rede de franquias que inaugurou, no Shopping Center Recife, sua primeira loja em Pernambuco. Criada em 2005 pelo casal de brasileiros Lindolfo e Elida Paiva, a Mr. Cheney tem em seu DNA uma configuração norte-americana, no que diz respeito ao mix de produtos que propõe, e a história por trás de sua criação justifica esta vinculação, bem como o próprio nome da marca, que começou como uma fornada caseira de cookies e hoje conta com 67 pontos de vendas espalhados por nove Estados brasileiros.

Envolvido nas atividades exigidas pela igreja mórmon ao qual pertence, o casal Lindolfo e Elida cruzou caminho com um certo Jay Cheney, californiano que trazia em seu currículo, além de outras habilidades, a especialização como cookieman, ou seja, um expert no preparo daqueles biscoitos grandes e chatos, tradicionalmente salpicados com gotas de chocolate. Certo dia, ao provar uma de suas fornadas, Elida chegou à conclusão de que ainda não havia saboreado nada igual no gênero. Tornou-se ponto de honra, para ela, tentar e tentar até alcançar a perfeição que lhe foi demonstrada por Jay Cheney, sempre disponível para tirar as dúvidas da aluna e corrigir quaisquer imperfeições.

Ao se sentir no ponto, Elida, com o entusiasmo de Lindolfo, achou que era chegada a hora de vender os cookies, inicialmente de forma artesanal, quase que de porta em porta, tendo como clientes os comerciantes, comerciários e bancários que trabalhavam nos arredores da loja e cozinha instaladas de maneira rudimentar no bairro paulistano de Baixa Verde.

Os primeiros a frequentarem em peso o pequeno ponto comercial, atraídos pelo aroma que lembrava-lhes o lar, foram os norte-americanos que por ali passavam. “Às vezes a loja ficava tão cheia de americanos que me perguntavam se brasileiro também podia entrar”, lembra, divertindo-se, Lindolfo Paiva. O resto virou a história que vemos acontecer hoje. A expansão exigiu também que os empreendedores aumentassem as opções de venda e, embora os cookies continuem sendo o carro-chefe – com 10 sabores exclusivos, e entre eles o Chocolate Chips e o Triple Chocolate, além dos sazonais, que variam conforme as datas comemorativas – o Mr. Cheney tem outras sobremesas, tais como: panquecas com mapple syrup, brownie, cheesecake, apple pie, cinnamon roll, além das bebidas: cafés dos mais variados tipos, milk shake, cookie shake, moccha, frappé, cappuccino. 

 

FRESQUINHOS

A unidade é vendida a R$ 7 e a Mr. Cheney tem como trunfo o conceito das “fornadas frescas”, ou seja, a cada 20 minutos sendo assados novos cookies. E quanto a Mr. Jay Cheney, o original? Bem, ele foi convidado a ser sócio no empreendimento em seus primórdios, mas preferiu não se envolver comercialmente a esse ponto, embora siga sendo um consultor informal para todas as horas – Até de madrugada, garande Lindolfo. Nas reuniões anuais da marca com os franqueados, ele é sempre um ilustre convidado. Certamente, nunca imaginou que seu nome fosse ser tão difundido. (F.G.)

 

Mr. Cheney Shopping Recife – Rua Padre Carapuceiro, 777, Boa Viagem, Loja BV251, Piso: Bruno Veloso (L2).


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.
#PeloCaminhar #PeloCaminhar
Mais do que mobilidade, caminhar também é apropriar-se da cidade. Mas o caminhar está difícil. A mobilidade a pé necessita de uma infraestrutura própria, decente, que eleve o pedestre ao posto maior. Por isso o JC lança a discussão #PeloCaminhar.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM