Jornal do Commercio
Filmagem

Luc Besson começa a rodar "Malavita" com Robert de Niro e Michelle Pfeiffer

No filme, de Niro vive um ex-mafioso nova-iorquino sob proteção do FBI e que se instala junto à família em um pequeno povoado da Normandia

Publicado em 09/08/2012, às 10h10

Robert de Niro será um dos protagonistas do filme / Foto: Divulgação

Robert de Niro será um dos protagonistas do filme

Foto: Divulgação

AE

PARIS - O diretor Luc Besson começou a roda seu novo filme, "Malavita", protagonizada por Robert de Niro, Michelle Pfeiffer e Tommy Lee Jones, e adaptada de um romance de Tonino Benacquista, anunciou nesta quinta-feira (9) sua produtora, Europa Corp.

Em "Malavita", Robert de Niro vive um ex-mafioso nova-iorquino sob proteção do FBI e que se instala junto à família em um pequeno povoado da Normandia.

"Apesar de incontestáveis esforços de integração, os velhos costumes retornam", afirma o comunicado da produtora de Luc Besson, autor do roteiro.

As filmagens acontecerão na Normandia e também nos estúdios da ¨Cité du Cinéma", construído pelo diretor em Saint-Denis (Seine-Saint-Denis), assim como em Nova York.

A estreia de "Malavita" está prevista para o segundo semestre de 2013.

Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM