Jornal do Commercio
Sucesso

Kleber Mendonça Filho recebeu propostas para filmar no exterior

"Tive boas conversas com produtores dos EUA e da Europa", disse à Variety

Publicado em 03/01/2017, às 21h14

Aquarius, com Sonia Braga, continua a render frutos para Kleber Mendonça Filho / Reprodução
Aquarius, com Sonia Braga, continua a render frutos para Kleber Mendonça Filho
Reprodução
JC Online

Kleber Mendonça Filho continua a colher os frutos de seu segundo longa, Aquarius. O diretor pernambucano foi apontado pela revista Variety como um dos "dez diretores para ficar de olho". Em entrevista à publicação, Kleber afirmou que já tem sido abordado por produtores internacionais e que há possibilidade de filmar fora do Brasil.

"Tive algumas boas conversas com produtores dos EUA e da Europa, mas por enquanto são apenas conversas. Li alguns roteiros, o que é uma coisa nova para mim, porque costumo escrever o que dirigi até agora", afirmou.

O diretor reforçou ainda que não é contra a ideia de filmar fora do Brasil, apesar de seus dois primeiros longas, o Som ao Redor e Aquarius, falarem com precisão sobre a sociedade do seu país. "Seria só o caso de eu ver se eu poderia contribuir, de um jeito pessoal, para a conversa", pontuou

Novidades

Sobre seu novo projeto, o longa Bacurau, em parceria com Juliano Dornelle, Kleber define como uma mistura de thriller e western. "No momento, parece um thriller e um western, apesar de elementos de horror ainda serem visíveis", disse. "É sobre uma comunidade pequena e pacífica feita de personagens maravilhosos e lindos cujos talentos ocultos para a violência são impressionantes quanto a situação demanda", adiantou.

Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por Josemir Santos,03/01/2017

Sugiro o nome do próximo filme para ele dirigir: Ascenção e Queda de Dilma Rousseff.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM