Jornal do Commercio
Diversidade

Power Rangers: ranger amarela será LGBTT no novo filme da franquia

Segundo diretor, a ideia é mostrar para os jovens que eles devem se amar como são

Publicado em 20/03/2017, às 12h29

Trini, interpretada por Becky G, será LGBTT / Reprodução
Trini, interpretada por Becky G, será LGBTT
Reprodução
JC Online

A busca por diversidade é uma preocupação cada vez mais forte dos grandes estúdios de Hollywood, principalmente diante das transformações que a sociedade tem vivido. Se recentemente A Bela e a Fera ousou ao colocar o personagem Le Fou como abertamente gay, agora é a franquia Power Rangers quem vai dar mais um passo na inclusão de personagens LGBTT em sua franquia. Foi anunciado que a Ranger Amarela, Trini (interpretada pela cantora Becky G), será queer.

De acordo com o The Hollywood Reporter, o diretor do filme, Dean Israelite, afirmou que haverá uma cena na qual ela se questionará sobre problemas com o namorado. Porém, Trini se dá conta de que faz referência a uma garota e não a um garoto, momento que o cineasta considera fundamental para todo o longa. Com isso, Trini se tornará uma das primeiras heroínas abertamente LGBTT no cinema. Não foi esclarecido se ela será lésbica ou bissexual.

“Para Trini, ela está se questionando sobre quem é. Ela ainda não entendeu muito bem o que está acontecendo, é o que eu acho ótimo nessa cena e no que ela vai propiciar para o restante do filme é: ‘Está tudo bem’. O filme está dizendo: ‘tudo bem’ para todas as crianças que estão tentando entender quem são e querem encontrar sua tribo”

ESTREIA

O novo filme dos Power Rangers tem estreia marcada para quinta-feira (23), no Brasil. O longa mostra o início da jornada dos super-heróis, que precisam enfrentar um grande mal para salvar a Terra.

Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM