Jornal do Commercio
Ausências

Homenageados pelo Cine PE, Rodrigo Santoro e Cássia Kis levam falta

Atores alegam agendas lotadas para receberem as honras do festival pernambucano

Publicado em 28/06/2017, às 12h48

Rodrigo Santoro e Cássia Kis declinaram do convite de vir a Recife para receberem a homenagem do Cine PE. / Fotos: Renato Miranda/TV Globo e Estevam Avellar/TV Globo
Rodrigo Santoro e Cássia Kis declinaram do convite de vir a Recife para receberem a homenagem do Cine PE.
Fotos: Renato Miranda/TV Globo e Estevam Avellar/TV Globo
JC Online

Os atores Rodrigo Santoro e Cássia Kis foram escolhidos pelo 21º Festival Audiovisual de Pernambuco, o Cine PE, como homenageados da edição 2017. Porém, os dois artistas declinaram do convite de comparecerem ao evento no Recife para receberem as honras.

De acordo com a assessoria do evento, Cássia Kis alegou estar muito ocupada com as gravações da supersérie da TV Globo Os Dias Eram Assim. Na trama, ela dá vida à personagem Vera.



Já Rodrigo Santoro justificou, também pela assessoria do Cine PE, que vive um conflito de agenda com a HBO. Porém, o ator está no Rio de Janeiro há pouco mais de um mês devido ao nascimento de Nina, sua primeira filha, fruto do relacionamento com a atriz Mel Fronckowiak. O ator tem volta programada para os Estados Unidos em julho, segundo a colunista Patrícia Kogut.

CINE PE

Mesmo com a falta dos homenageados, o Cine PE segue com a sua programação normal no Cine São Luiz até o dia 3 de julho.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM