Jornal do Commercio
MARVEL

Ansioso, Ryan Reynolds pretende dar entrevistas como Deadpool

Segundo o ator, sua ansiedade é um problema antigo, derivado da relação com o seu pai

Publicado em 04/05/2018, às 15h39

Cena do trailer de Deadpool 2 / Reprodução
Cena do trailer de Deadpool 2
Reprodução
Estadão Conteúdo

O ator norte-americano Ryan Reynolds deu entrevista para o jornal The New York Times e revelou que sofre de ansiedade crônica desde a infância - mas a doença só foi diagnosticada em 2016. Para não sofrer enquanto promove o filme Deadpool 2, Reynolds disse que pretende dar mais entrevistas como o personagem.

Falando sobre sua infância, ele revelou que desenvolveu o problema por conta de um relacionamento tumultuado com seu pai. "Eu virei uma daquelas crianças que ficam paranoicas com tudo, que assumem responsabilidades bizarras", contou na entrevista. Quando virou adulto, Reynolds disse que tentava escapar da ansiedade bebendo e se automedicando.



Em 2016, após começar a ter tremedeiras, ele visitou um médico pela primeira vez. "Fui ver vários médicos porque achei que estava com algum problema neurológico, mas todos em que eu fui diziam que era ansiedade", confidenciou.

PRESSÕES

Reynolds disse que falar com a imprensa é estressante e, para tentar escapar das pressões disso enquanto promove Deadpool 2, passará a dar entrevistas como o personagem. "Quando as cortinas abrem eu viro esse cara bobão e consigo esquecer de tudo", brincou o ator.

Deadpool 2 estreia nos cinemas brasileiros no próximo dia 17 de maio.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM