Jornal do Commercio
Saudades

2YearsWithoutGlee: Relembre trajetória e melhores perfomances da série

Seriado da Fox completa dois anos de sua despedida da televisão

Publicado em 20/03/2016, às 17h05

O elenco de Glee na gravação da última cena, em 2015. / Foto: FOX/Divulgação
O elenco de Glee na gravação da última cena, em 2015.
Foto: FOX/Divulgação
Robson Gomes

20 de março de 2017. Este dia é comum para meros mortais, mas não para os eternos Gleeks, ou seja, os fãs da série musical norte-americana Glee. Há dois anos, os telespectadores acompanhavam na Fox o desfecho do seriado em dois episódios: 2009 e Dreams Come True. Era o fim de um ciclo de seis anos, seis temporadas e 121 capítulos que, com altos e baixos, conquistou o mundo inteiro. Aqui no país, o programa foi exibido no canal fechado Fox Brasil e na TV aberta pela Rede Globo e, recentemente, na Band.

Idealizada e escrita por Ryan Murphy (Nip/Tuck e American Horror Story), Brad Falchuk e Ian Brennan, Glee contava a história de um coral formado na escola de ensino médio William McKinley, em Ohio. A diferença é que o grupo era considerado um "bando de losers (perdedores)", demorando para conseguir o respeito de tudo e de todos naquele colégio.

A série estreou em 19 de maio de 2009 e seu episódio piloto foi um grande sucesso. Glee teria apenas 13 episódios, mas logo a Fox esticou a primeira temporada encomendando mais 9 capítulos, e ao longo do tempo, renovando por mais e mais temporadas.

O elenco era praticamente desconhecido antes do boom da série. Muitos deles eram provenientes da Broadway, local referência para teatro musical em Nova York (EUA). E assim, misturando canto, dança e dramaturgia, a comédia ganhou admiradores e a crítica especializada por exaltar, principalmente, as minorias como gays, transexuais, gordos, negros, nerds, deficientes físicos, portadores de síndrome de down e TOC. Glee também tocou na ferida da sociedade americana falando de drogas, bullying, sexualidade, suicídio, violência contra a mulher e a presença de armas em sala de aula.

As versões musicais da série ganharam o mundo ao mesclarem músicas antigas com repertório pop atual e canções de teatro musical. Ao todo, foram mais de 700 performances musicais exibidas em Glee. Personagens como o professor Will Schuester (Matthew Morrison), a vilã irônica Sue Sylvester (Jane Lynch) e os alunos Rachel Berry (Lea Michele), Finn Hudson (Cory Monteith, que faleceu entre o fim da quarta temporada e início da quinta), Kurt Hummel (Chris Colfer) e Mercedes Jones (Amber Riley) são alguns dos destaques que marcaram o seriado.

Vencedora do Globo de Ouro como melhor série de comédia ou musical em 2009 e 2010, Glee apresentou seu ato final há um ano após um desgaste na audiência, que vinha se arrastando a partir da quarta temporada, além de mudanças de dias de exibição nos Estados Unidos. Seu recorde no ibope americano foi no segundo ano, no episódio Sue Sylvester Bowl Shuffle (2011), quando alcançou a marca de 26 milhões de telespectadores. Na series finale, Glee alcançou apenas 2,69 milhões de espectadores.

Relembre as melhores performances de cada uma das temporadas:

1ª Temporada (2009-10) - Don't Stop Believin' - Episódio 1: Pilot 

Sucesso original da banda Journey, esta canção virou o hino de toda a série. No primeiro episódio, ela marcou a primeira formação do coral New Directions na trama.

 

2ª Temporada (2010-11) - Loser Like Me - Episódio 16: Original Song

Esta música merece o destaque da temporada por ter sido uma canção original, feita especialmente para a série. A letra fala exatamente da trajetória dos alunos do coral ao serem vistos como perdedores na escola.

 

3ª Temporada (2011-12) - We Are The Champions - Episódio 21: Nationals

A versão deles para o clássico do Queen simbolizou a primeira vitória do coral nas competições nacionais, além de ser uma homenagem ao professor Will Schuester. Para os fãs, foi um momento esperado por três anos.

 

4ª Temporada (2012-13) - The Scientist - Episódio 4: The Break Up

Sabe o que é acabar o namoro e ouvir Coldplay para "encarar a fossa"? Ryan Murphy extrapolou todos os limites chocando os telespectadores ao desmanchar ou estremecer os principais relacionamentos da série ao som de The Scientist.

 

5ª Temporada (2013-14) - Make You Feel My Love - Episódio 3: The Quarterback

Esta perfomance comoveu os fãs da série por ser no episódio em homenagem a Cory Monteith (que deu vida ao protagonista Finn Hudson), que foi encontrado morto em um hotel meses antes após uma overdose de heroína com álcool em Vancouver, no Canadá, em 2013. A intérprete de Rachel Berry, Lea Michele, era a namorada de Cory na época.

 

6ª Temporada (2015) - I Lived - Episódio 13: Dreams Come True

A canção da banda One Republic foi escolhida para ser a última música da série Glee. Esta cena final conseguiu reunir boa parte do elenco que participou ao longo dos seis anos do seriado.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.
#PeloCaminhar #PeloCaminhar
Mais do que mobilidade, caminhar também é apropriar-se da cidade. Mas o caminhar está difícil. A mobilidade a pé necessita de uma infraestrutura própria, decente, que eleve o pedestre ao posto maior. Por isso o JC lança a discussão #PeloCaminhar.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM