Jornal do Commercio
REPERCUSSÃO

Tony Ramos comenta operação Carne Fraca, da Polícia Federal

Ator é garoto propaganda da empresa Friboi, da JBS, que está sendo investigada

Publicado em 17/03/2017, às 16h44

Tony Ramos / Reinaldo Marques/Globo/Divulgação
Tony Ramos
Reinaldo Marques/Globo/Divulgação
JC Online

O ator Tony Ramos foi procurado para comentar sobre a Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal em combate à corrupção envolvendo agentes públicos federais e empresários do agronegócio. Uma das empresas investigadas é a JBS, dona da Friboi, da qual Tony Ramos é garoto propaganda.

"Estou surpreso com essa notícia. Eu sou apenas contratado pela empresa de publicidade, não tenho nenhum contato com JBS", afirmou o ator ao site Ego, acrescentando que acredita na qualidade dos produtos: "Não sou técnico no assunto que a Polícia Federal está fazendo a ação, mas existe um controle em todas as embalagens, existe um código de barras que as pessoas podem acompanhar a qualidade e a validade".

"Eu já visitei uma das fábricas, continuo comprando os produtos Friboi, eu tenho carnes deles agora no meu freezer e uso nos meus churrascos do fim de semana", completou o ator.

Ao repórter, Tony Ramos também afirmou que entraria em contato com a empresa para saber mais sobre o caso: "Eu espero que se apure a verdade, eles tem o direito das minhas imagens. Não sei se faria novamente, se eles forem inocentados dos erros que estão sendo acusados, eu faria. Eu vou checar essa informação imediatamente"

OPERAÇÃO CARNE FRACA

Deflagrada pela Polícia Federal, a Operação Carne Fraca combate um esquema de corrupção envolvendo agentes públicos federais do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento e empresários do agronegócio. Executivos do frigorífico JBS foram presos na manhã desta sexta-feira (17/3) e a empresa BRF Brasil também é alvo da ação. 

"Os agentes públicos, utilizando-se do poder fiscalizatório do cargo, mediante pagamento de propina, atuavam para facilitar a produção de alimentos adultrados, emitindo certificadossanistários sem qualquer fiscalizaçõ efetiva", esclarece em um trecho da nota emitida pela Polícia Federal.



Recomendados para você


Comentários

Por Tarciano,19/03/2017

Os outros países estão preoculpados ,não precisa, pois, o que é bom vai pra fora e eles têem orgãos descentes de fiscalização.

Por ALEXANDRE ALBERTO,19/03/2017

SR.TONY RAMOS NÃO VENHA QUERER TIRAR O SEU DA RETA,POIS O SR.DE VIVA VOZ PARA TODO O BRASIL DISSE QUE SE ERA FRIBOI,VOCÊ GARANTIA E ALÉM DE DIZER QUE ERA CONTRATADO DE UMA AGÊNCIA DE PUBLICIDADE,COMO SE COMPROMETER E GARANTIR UMA COISA QUE O SR. NÃO CONHECE,FICA CLARO QUE O DINHEIRO FALA MAIS ALTO,AÍ EU PERGUNTO E A SUA MORAL FOI PARAR AONDE?

Por Ednaldo dos Montes Barbosa,18/03/2017

Com o valor do cachê que ele ganha é claro que teria que se mostrar surpreso , afinal ,corre corre riscos de perder as tetas ....kkkkkkkk e sim ele faria outras e outras propagandas da marca , como disse, principalmente por valores absurdos como os que recebe. A ética tem andado a milhas dos nossos políticos e dos brasileiros em geral , principalmente aqueles que já tem muito dinheiro e fama , infelizmente .

Por LYRA,18/03/2017

Em primeiro lugar, eu duvido que ele, Tony Ramos, tenha em sua casa produtos da marca friboi/JBS e, se tinha foi até ontem pois, já mandou a pobre da empregada jogar no lixo o mais distante possível mas, mesmo assim acho difícil quem já visitou algumas unidades industriais pertencente aos meliantes que não mediram esforços para matar pessoas através de produtos podre ou mascarados com produtos químicos cancerígenos, não saiba nem mesmo que eles usavam cabeça de porco para a fabricação de linguiças.

Por Professor Diniz,18/03/2017

Encontraram pelos na carne e acham que é dele...



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.
#PeloCaminhar #PeloCaminhar
Mais do que mobilidade, caminhar também é apropriar-se da cidade. Mas o caminhar está difícil. A mobilidade a pé necessita de uma infraestrutura própria, decente, que eleve o pedestre ao posto maior. Por isso o JC lança a discussão #PeloCaminhar.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM