Jornal do Commercio
Sintonia

O reencontro de Sandy com Pernambuco

Da coletiva de imprensa ao fechar das cortinas, confira como foi o show da Turnê Meu Canto no Teatro Guararapes

Publicado em 20/03/2017, às 12h00

Sandy foi da emoção ao susto no palco do Teatro Guararapes. / Foto: Guga Matos/JC Imagem
Sandy foi da emoção ao susto no palco do Teatro Guararapes.
Foto: Guga Matos/JC Imagem
Robson Gomes

Horas antes das cortinas do Teatro Guararapes, em Olinda, se levantarem para a Turnê Meu Canto, a cantora Sandy recebeu a imprensa. Apesar de fazer o primeiro show de 2017 e poder se apresentar para o público pernambucano após cinco anos, o seu novo lado mãe, que tem 2 anos e 8 meses com a chegada do filho Theo, acabou falando mais alto: "Vai ser o maior fim de semana da minha vida, não vai acabar nunca! É a primeira vez que eu estou deixando ele por três dias para viajar e fazer show", disse a artista, se referindo a etapa nordestina que começava naquela sexta-feira (17) em Pernambuco, passou pela Paraíba no dia seguinte e terminou ontem no Rio Grande do Norte.

Mesmo assim, estava ansiosa e feliz por conseguir, finalmente, mostrar seu novo trabalho aqui no Estado. "Só fico com água na boca porque não vou conseguir aproveitar as praias", brincou a estrela, arrancando risos dos jornalistas.

Com uma agenda concorrida naquela noite, bastou a imprensa deixar a sala do Teatro para ela receber a comitiva dos fãs. Limitados a 15 pessoas sorteadas por fã-clubes, entre eles estava Mariana Araújo, de 30 anos. Cirurgiã-dentista e vice-presidente do Fã Clube Sandy Leah Amor Incondicional, a moça disse ter ficado "anestesiada" pelo primeiro encontro com sua ídola: "Foi um atendimento rápido, mas o melhor momento da noite. Entreguei chocolates para ela, agradeci por ter vindo a Recife e dei um abraço", conta ela, que ainda tinha ingresso para vê-la em João Pessoa.

GM170217012

As quase 1.500 pessoas que encheram (mas não lotaram) o Teatro Guararapes ouviram o primeiro acorde da banda, formada por quatro músicos, com 45 minutos de atraso. Gritos ensurdecedores foram ouvidos quando Sandy abandonou sua sombra refletida atrás de uma porta vintage após entoar Meu Canto, para "entrar" em seu palco, surgindo num sofisticado vestido preto para posicionar seu microfone no pedestal e apresentar a canção Sim.

Bastante emocionada, a cantora quebrou o próprio protocolo após a primeira canção em cena para gritar: "Recife, que saudade!". Pelo roteiro, ela só cumprimenta o público duas canções depois.

Tudo corria bem na sintonia entre artista e plateia até chegar a quarta música do show: Ela/Ele. A canção autoral, que relata o primeiro encontro de um casal, tem um trecho que diz: "Finalmente alcançou o céu no instante em que ele lhe pediu a mão". Foi nesse momento que um fã resolveu transformar o verso em realidade e invadiu o palco de Sandy, buscando o abraço da cantora.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

 

A cena, que rapidamente tentou ser evitada por três seguranças, quase vira acidente. Sandy tentou cumprimentar o rapaz, mas acabou sendo puxada pelo fã, que quase a derruba. Educada como costuma ser, se reergueu sorrindo, mas se sentiu incomodada ao ser pressionada no braço pelo jovem por alguns minutos.

Ao fim da música, visivelmente constrangida, desabafou: "Desculpa aí, moço, mas você estava muito afobado. Quase arrancou meu braço".

O episódio virou assunto em todo o Brasil. O JC localizou o jovem, que tem 25 anos e é designer de moda. Ele não quis se identificar, mas garantiu que admirava Sandy e não queria machucá-la. "Foi totalmente impensado. Vi no descuido dos seguranças que estavam em frente ao palco a oportunidade de chegar até ela e dessa forma demostrar o meu amor de fã", justificou ele, que estava na terceira fila. Depois do ocorrido, o jovem foi levado para o balcão do Teatro, onde assistiu o resto do show monitorado por um segurança.

DO SUSTO À EMOÇÃO

Intempéries à parte, Sandy seguiu o script do Meu Canto à risca. Às vezes, quebrava a quarta parede do próprio cenário e chegava mais perto dos fãs. "É tão bom fazer show aqui", reforçou ela, que foi correspondida por um bonito coral da plateia para substituir a voz de Tiago Iorc no sucesso Me Espera.

A surpresa do repertório ficou por conta de Mesmo Sem Estar, gravada em parceria com Luan Santana para o disco dele, que ganhou um arranjo solo e diferenciado. Nos momentos finais, um bloco com duas canções da extinta dupla Sandy & Junior parecia o mais aguardado pela plateia, fazendo questão de se levantar de suas poltronas para viver aqueles instantes.

Após Desperdiçou, Sandy ensaiou uma saída fake. Foi a deixa para o público puxar Quando Você Passa (Turu Turu), também da dupla, num coral arrepiante. Ela voltou acompanhando a plateia e a banda seguiu tocando, fazendo o momento durar mais um pouco. Antes da derradeira Ponto Final, a artista agradeceu à Recife e deixou uma esperança: "Espero voltar logo", disse. Seu público também, Sandy. E que não demore tanto.

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.
#PeloCaminhar #PeloCaminhar
Mais do que mobilidade, caminhar também é apropriar-se da cidade. Mas o caminhar está difícil. A mobilidade a pé necessita de uma infraestrutura própria, decente, que eleve o pedestre ao posto maior. Por isso o JC lança a discussão #PeloCaminhar.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM