Jornal do Commercio
PERSEGUIÇÃO

Após ataques, Monica Iozzi apaga contas em redes sociais

A atriz foi alvo de ataques depois de criticar uma propaganda das lojas Marisa que supostamente fazia referência a falecida esposa de Lula

Publicado em 16/05/2017, às 18h39

Monica Iozzi fez críticas a uma propaganda das lojas Marisa / Divulgação
Monica Iozzi fez críticas a uma propaganda das lojas Marisa
Divulgação
Estadão Conteúdo

Na última sexta-feira, 12, Monica Iozzi fez um post em sua página no Facebook para comentar sobre a ação de marketing da Marisa. A marca fez referência ao depoimento de Lula a Sério Moro para falar sobre o Dia das Mães.

"Não interessa o que Lula disse! Não interessa a interpretação de ninguém sobre o que ele disse. Esqueçam o Lula! Estamos falando sobre uma senhora que sofreu muito antes de morrer", escreveu a atriz. "Uma empresa utilizar a imagem de uma pessoa falecida para fazer marketing???? Onde vamos parar? Meu Deus!!! Não há mais respeito a nada no mundo??? Nem à memória de uma mãe, de uma avó? Que nojo. Que tristeza."



Nos comentários, Monica foi atacada por quem está contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No total, foram mais de 4.200 respostas à publicação da atriz.

SEM TWITTER E INSTAGRAM

Depois disso, ela decidiu deixar as redes sociais. Apesar de a página no Facebook continuar existindo, a conta no Instagram e no Twitter não estão mais ativas.

O E+ procurou a assessoria da atriz, mas não obteve resposta.


Recomendados para você


Comentários

Por Marie,17/05/2017

As Lojas Marisa não utilizou a imagem da falecida!! Usou o nome Marisa, que por acaso é o nome da Loja. Não vi nenhuma falta de respeito "Se a sua mãe ficar sem presente a culpa não é da Marisa". Boa sacada!!!Isso é marketing! A Marisa aproveitou a oportunidade. O nome da falecida é Marisa Letícia! Oh atriz? ou seja lá o que for pesquise antes de tecer comentários.

Por Carlos Ferreira,17/05/2017

Pois é, isso é o que se chama de oportunismo empresarial. O cinismo de um empresário que esquece que por trás dos muitos políticos safados (representantes autênticos do povo brasileiro) estão também os empresários, que desde os tempos dos militares vem lesando os cofres públicos. Quem não lembra, na década de 70, das ruas que nós solicitávamos para asfaltar e recebia como resposta que a mesma, nos registros da prefeitura, já se achava asfaltada. Só um pequeno exemplo.

Por Marcos,17/05/2017

A família do Lula roubou dinheiro que iria, por exemplo, para saúde e educação. Dinheiro público que ao ser desviado mata o povo brasileiro. A falecida sabia das falcatruas do marido e também participou dos esquemas. Aí vocês vêem falar sobre respeito?????



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM