Jornal do Commercio
POLÊMICA

Rômulo Neto diz que Anitta 'não é para casar' e cantora o ignora: 'Nem conheço ele'

Anitta contou que o ator, que interpretou Jesus na Paixão de Cristo, lhe mandou mensagem pedindo desculpas

Publicado em 13/06/2017, às 10h18

O ator Rômulo Arantes Neto e a cantora Anitta / Foto: Divulgação
O ator Rômulo Arantes Neto e a cantora Anitta
Foto: Divulgação
JC Online

O ator Rômulo Neto, que interpretou Jesus na Paixão de Cristo deste ano, causou polêmica ao afirmar durante brincadeira em entrevista que Anitta não era 'o perfil de mulher que ele escolheria para casar, para ter filhos' - declaração que lhe rendeu uma chuva de críticas, chamando-o de preconceituoso.



O jornalista Leo Dias, do programa Fofocalizando, foi atrás da cantora e arrancou as respostas que os fãs esperavam.

"O Rômulo chegou a me mandar uma mensagem me pedindo desculpas, mas eu nem conheço ele. Aliás, a gente não se conhece", ignorou Anitta.

"Se ele me conhecer, vai ter os motivos dele para achar qualquer coisa de mim, mas se não me conhecer ele não sabe nada de mim".

VEJA VÍDEO COM DECLARAÇÃO DE RÔMULO NETO:


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM