Jornal do Commercio
Redes Sociais

Alcione aparece mais magra em programa de Faustão e quebra a internet

Aparência de Alcione chamou a atenção e rendeu elogios de diversos usuários. Cantora também criticou a recente corte para as escolas de samba do Rio de Janeiro

Publicado em 18/06/2017, às 19h47

Os internautas comentaram sobre o visual mais magro da
Os internautas comentaram sobre o visual mais magro da "Marrom"
Reprodução/TV Globo
JC Online

O quadro "Dingue-Dongue", do Domingão do Faustão, tem se tornado especialista em pautar diversos momentos nas redes sociais. Neste domingo, foi a vez da cantora Alcione quebrar a internet com sua participação no programa.

Primeiro, a cantora maranhense chamou a atenção pelo sua aparência. Os internautas comentaram sobre o visual mais magro da "Marrom". Após readequar sua alimentação ao se submeter a uma angioplastia, Alcione perdeu cerca de 23 kg, sendo bastante elogiada nas redes sociais.

Obrigada por sempre me receber com tanto carinho, Faustão! Já estava com saudades. O Ding Dong é um quadro que veio para ficar! (Alcione) Dress @ateliersilviabevilaqua Hair @luizahdelenadossantos Make @edu_sacchiero Produção @carlosmarao @veraamil @socasilva Assessoria de Imprensa @gloriabicho @eulaliafigueiredo5 Empresária @solangenazareth



Uma publicação compartilhada por Alcione (@alcioneamarrom) em

Críticas para o corte de verbas para as escolas de samba

Outro momento que repercutiu bastante na internet foram as críticas feitas pela cantora a recente decisão do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, em cortar o patrocínio da Prefeitura para as escolas de samba da cidade. Alguns usuários elogiaram a fala de Alcione, enquanto outros usuários teceram críticas para a fala.


Recomendados para você


Comentários

Por Observador,19/06/2017

Bem feitinha, parece um inhame.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM