Jornal do Commercio
CANTOR

Aaron Carter, irmão do Backstreet Boy Nick, é preso

Ele a namorada Madison Parker são acusados de dirigir veículo sob o efeito de álcool e posse de maconha

Publicado em 17/07/2017, às 13h27

Aaaron Carter / Twitter/Reprodução
Aaaron Carter
Twitter/Reprodução
Estadão Conteúdo

Aaron Carter, irmão mais novo do Backstreet Boy Nick Carter, foi preso no último sábado (15/7), junto com sua namorada Madison Parker por dirigir veículo sob o efeito de álcool, posse de maconha e de apetrechos para uso de drogas. O cantor de 29 anos foi parado pela polícia em uma rodovia perto da cidade de Atlanta, nos Estados Unidos, após oficiais perceberem que o carro estava sendo conduzido de forma irregular.

Carter pagou sua fiança e saiu da prisão no domingo (16/7), podendo responder em liberdade. Já sua namorada continua presa. Ele escreveu uma declaração no Twitter dando sua versão dos fatos, afirmando que a polícia agiu com truculência e que não estava com o veículo em movimento na hora da prisão. Também justificou que tem receita médica para o uso de maconha.

Twitter

Nick falou sobre o caso no Twitter e foi criticado pelo irmão. "Se meu próprio sangue (Nick) se importasse comigo, por que não me ligou em vez de usar o momento para se promover? Não foi nada legal me chutar enquanto eu estava caído", disse Aaron. Nick respondeu no mesmo dia: "Para o meu irmão: te amo e, caso você queira ajuda, estou aqui para te ajudar a melhorar".



 


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Mundo de Rafa O Mundo de Rafa
Rafael foi diagnosticado com síndrome de Asperger apenas aos 11 anos. Seus desenhos contam pedaços muito importantes da sua história. Exprimem momentos de alegria, de comemoração e também de desabafo, de dor
Gastos dos parlamentares pernambucanos Gastos dos parlamentares pernambucanos
Os deputados federais da bancada pernambucana gastaram, no 1º semestre deste ano, R$ 5,1 milhões em verbas de cotas parlamentares. Já os senadores gastaram R$ 692 mil. Os dados foram coletados com base no portal da transparência da Câmara e do Senado
Um metrô ainda renegado Um metrô ainda renegado
São 32 anos de operação e uma eterna luta por sobrevivência. Esse é o metrô do Recife

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM