Jornal do Commercio
Netflix

Ações da Netflix disparam após assinantes ultrapassarem 100 milhões

A maior parte dos novos assinantes são de fora dos EUA, onde a Netflix investiu pesado para se estabelecer como um serviço de televisão global

Publicado em 17/07/2017, às 19h00

Frente da sede da Netflix em Los Gatos, Califórnia, EUA / (Foto: Divulgação)
Frente da sede da Netflix em Los Gatos, Califórnia, EUA
(Foto: Divulgação)
AFP

A Netflix anunciou nesta segunda-feira (17) que o número de assinantes subiu mais que o esperado, superando os 100 milhões no mundo todo. O resultado disparou a venda de ações do serviço de streaming on-demand.

Crescimento

As ações da Netflix saltaram mais de 8%, a 175,90 dólares, depois do fechamento, com a divulgação dos lucros que mostram que a empresa do Vale do Silício ganhou mais 5,2 milhões de assinantes no último trimestre, chegando a um total de 103,95 milhões de pagantes no serviço de streaming. 

A maior parte dos novos assinantes são de fora dos Estados Unidos, onde a Netflix investiu pesado para se estabelecer como um serviço de televisão global.



A empresa disse que seu lucro expandiu 61%, a 66 milhões de dólares. A receita teve alta de 32%, a 2,78 bilhões de dólares, em relação ao mesmo trimestre do ano anterior. 

"Nós subestimamos a popularidade do nosso conteúdo, o que levou a uma aquisição maior que o esperado em todos os grandes territórios", disse uma carta da empresa com o resultado trimestral.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM