Jornal do Commercio
ENTREVISTA

Cauã Reymond, sobre Sofia: Amadureci muito com a paternidade

Ator é um dos entrevistados do programa Conversa com Bial desta terça-feira (8/8)

Publicado em 08/08/2017, às 15h01

Pedro Bial e Cauã Reymond / Ramón Vasconcelos/Globo/Divulgação
Pedro Bial e Cauã Reymond
Ramón Vasconcelos/Globo/Divulgação
JC Online

O ator Cauã Reymond fala sobre a paternidade no Conversa com Bial (Globo) desta terça-feira (8/8), tema que foi escolhido para as edições do programa ao longo desta semana. "Eu amadureci muito com a paternidade. Eu sou outra pessoa", resumiu o ator.

Cauã e a atriz Grazi Massafera têm a guarda compartilhada de Sofia. "Moramos no mesmo bairro, temos uma vida muito próxima, e sempre organizo meu trabalho diante da disponibilidade dela", afirma Cauã.

Em outro momento da entrevista, ele fala sobre as viagens a trabalho. "Eu fico emocionado de saudade. Mas tento não preencher isso com presente, e sim com presença", completa o ator.



Opinião

O especialista em paternidade Marcos Piangers, autor do livro O Papai é Pop, e a youtuber Helen Ramos, que faz vídeos sobre maternidade, também participam do programa. "Pais como Cauã estão cada vez mais comuns. A nossa geração, dos pais com 30 anos, é mais presente e compartilha obrigações. Ainda bem", opina Helen.

"É preciso que a gente perca essa armadura masculina de falar 'eu te amo', de participar das decisões e criar uma relação afetiva. Eu acho que o homem que não participa está perdendo oportunidade de se tornar alguém melhor", avalia Marcos Piangers.

 


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM