Jornal do Commercio
Resumo das Novelas

Malhação: Malu questiona Bóris sobre Lica

E K1 conta a Keyla o verdadeiro motivo da suspensão de K2 e Tato

Publicado em 14/09/2017, às 01h30

Daniela Galli é Malu em Malhação. / Foto: TV Globo/Divulgação
Daniela Galli é Malu em Malhação.
Foto: TV Globo/Divulgação
JC Online

No capítulo desta quinta-feira (14/9) de Malhação - Viva a Diferença, sem que Aldo perceba, Tato (Matheus Abreu) procura por um documento com a assinatura do pai. K1 (Talita Younan) conta para Keyla (Gabriela Medvedovski) sobre o motivo da suspensão de Tato e K2 (Carol Macedo). Ellen (Heslaine Vieira) diz a Bóris (Mouhamed Harfouch) que decidirá sobre a bolsa de estudos após a Balada Cultural. Clara (Isabella Scherer) insinua a Felipe (Gabriel Calamari) que algo ocorreu entre Lica (Manoela Aliperti) e Bóris. Keyla se incomoda com a opinião das amigas sobre sua vida amorosa.



Roney propõe ajudar Guto e Benê

Ellen vai à casa de Lica e Marta (Malu Galli) elogia a menina. K2 falsifica a assinatura de Aldo a pedido de Tato. Fio (Lucas Penteado) pede para trabalhar no salão de K1. Ellen conta para Lica sobre o assassinato de seu pai. Roney (Lúcio Mauro Filho) propõe ajudar Guto (Bruno Gadiol) e Benê (Daphne Bozaski) a perder o medo de se apresentar em público. Malu (Daniela Galli) questiona Bóris sobre Lica. Sem querer, Tina (Ana Hikari) e Keyla derrubam as bandejas de suco em cima de Anderson (Juan Paiva), Samantha (Giovanna Grigio) e Tato.

*Os resumos divulgados pelas emissoras estão sujeitos a mudanças em função da edição.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Mundo de Rafa O Mundo de Rafa
Rafael foi diagnosticado com síndrome de Asperger apenas aos 11 anos. Seus desenhos contam pedaços muito importantes da sua história. Exprimem momentos de alegria, de comemoração e também de desabafo, de dor
Gastos dos parlamentares pernambucanos Gastos dos parlamentares pernambucanos
Os deputados federais da bancada pernambucana gastaram, no 1º semestre deste ano, R$ 5,1 milhões em verbas de cotas parlamentares. Já os senadores gastaram R$ 692 mil. Os dados foram coletados com base no portal da transparência da Câmara e do Senado
Um metrô ainda renegado Um metrô ainda renegado
São 32 anos de operação e uma eterna luta por sobrevivência. Esse é o metrô do Recife

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM