Jornal do Commercio
O OUTRO LADO DO PARAÍSO

O Outro Lado do Paraíso: Clara encontra Patrick, sobrinho de Beatriz

Advogado interpretado por Thiago Fragoso fica desconfiado no início, mas acredita na personagem de Bianca Bin

Publicado em 07/12/2017, às 13h20

Clara (Bianca Bin) e Patrick (Thiago Fragoso) se encontram em O Outro Lado do Paraíso / Raquel Cunha/Globo/Divulgação
Clara (Bianca Bin) e Patrick (Thiago Fragoso) se encontram em O Outro Lado do Paraíso
Raquel Cunha/Globo/Divulgação
JC Online

Mais uma etapa do plano de Clara (Bianca Bin) e Beatriz (Nathalia Timberg) será concretizada em cenas previstas para o episódio desta quinta-feira (7/12) da novela das nove O Outro Lado do Paraíso. Após conseguir retirar as telas da casa de Fabiana (Fernanda Rodrigues), a protagonista encontra Patrick (Thiago Fragoso), sobrinho de Beatriz, no Rio de Janeiro.

O objetivo de Clara agora é vender as obras, que valem milhões, para dar seguimento ao plano de vingança e reconquistar o amor do filho Tomas (Vitor Figueiredo), um dos que pensam que ela morreu. Ao conhecer a jovem, Patrick de início não acredita quando ela conta que o está procurando a pedido de Beatriz Junqueira.

"O que? Isso é algum golpe? Minha tia Beatriz morreu num hospício, internada pela neta, minha prima. Sou um advogado importante, especializado em advocacia criminal. No entanto, movi mundos e fundos para libertar minha tia do hospício. Mas minha prima agiu às ocultas. Quando eu soube, tia Beatriz já estava interditada. O dinheiro, nas mãos da Fabiana. Agora vem você usar o nome da minha tia?", questiona Patrick.

Clara explica que estava internada no mesmo hospício de Beatriz e apresenta a carta escrita pela amiga e mentora. "Aqui ela diz que você foi uma filha para ela. Conte, como foram os últimos anos dela? Minha prima conseguiu proibir as visitas ao hospício, com medo que eu a tirasse de lá. Às vezes me sinto fracassado por não ter conseguido salvar minha tia", lembra o advogado.



Fortuna

Clara conta o que Patrick pede e pergunta se pode confiar nele. "Se ela amava você, como diz nessa carta, farei tudo que puder", responde ele, que faz outro questionamento. "Agora, que fortuna ela deixou, se minha prima Fabiana tomou tudo?".

Neste momento, a neta de Josafá (Lima Duarte) revela que herdou uma fortuna. "Três pinturas muito valiosas. Veja, esses são os papéis onde ela me transfere a posse das pinturas", explica Clara, enquanto relata como fez para tirar as obras da casa de Fabiana.

Patrick analisa os documentos e começa a rir. 'Minha prima não merecia castigo melhor. Tia Beatriz escondeu o que havia de mais valioso e deixou para você. Minha tia estava interditada quando assinou as doações. Fabiana poderia contestar judicialmente. Ocorre que ela sequer suspeita da existência dessas pinturas. Como não suspeita, não vai contestar a doação", explica Patrick, antes de concluir: "Eu amava minha tia Beatriz. Se esse foi o troco que ela quis dar na neta, tão ingrata, eu concordo com ela. Vou ajudar você. Em tudo que for preciso. É exatamente como minha tia disse. Você vai ser milionária, Clara. Milionária", decreta.

Walcyr Carrasco

O dramaturgo Walcyr Carrasco confirmou que o clássico francês O Conde de Monte Cristo, de Alexandre Dumas, é a referência usada por ele para criar a história de Clara (Bianca Bin) na novela das nove O Outro Lado do Paraíso (Globo). A semelhança da trajetória dela com a de Edmond, que é preso injustamente e ajudado por um abade, já vinha sendo comentada por parte da audiência. "Quem não leu, eu recomendo. É de grudar e não parar mais", escreveu Walcyr.

* A edição dos capítulos pode sofrer alterações por decisão da emissora.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC recall de marcas 2017 JC recall de marcas 2017
Conheça o ranking das marcas que têm conseguido se manter no topo da preferência dos pernambucanos. O rol é resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Harrop, há duas décadas parceiro do Jornal do Commercio na realização da premiação
10 anos do IJCPM 10 anos do IJCPM
O Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) comemora 10 anos de história, contribuindo para transformar a vida de jovens de comunidades com histórico de desigualdade social nas cidades de Recife, Salvador, Fortaleza e Aracaju
Chapecoense: um ano de saudade Chapecoense: um ano de saudade
Um ano de saudade. Foi isso que restou. A maior tragédia do esporte mundial, no dia 29 de novembro de 2016, quando houve o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, em Medellín, na Colômbia, fez 71 vítimas. Entre elas, dois pernambucanos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM