Jornal do Commercio
MUTANTES

Segunda temporada de ‘Legion’ promete mais cenas de dança

A série do universo Marvel tem sua primeira temporada disponível na Netflix a partir desta quarta (14)

Publicado em 14/02/2018, às 19h08

Dan Stevens, protagonista da série Legion / Divulgação
Dan Stevens, protagonista da série Legion
Divulgação
JC Online

A série da FX ‘Legion’, baseada no universo de mutantes da Marvel, teve novidades anunciadas. A segunda temporada, que estreia no dia 4 de abril nos Estados Unidos, deve ter mais dança e novos cenários.



Quem falou sobre as novidades foi o ator Dan Stevens, que interpreta o personagem David Haller na série. Segundo ele, Legion vai agora “das florestas de Colômbia Britânica (Canadá) até o árido Deserto Mojave”. “Há muito de sombrio que vem junto com essa mudança de cenários, mas também é a música que tem me impressionado nessa temporada. Nós temos mais danças. E só fica mais e mais divertido”, comentou o ator para o site Collider.

NETFLIX

A primeira temporada de Legion estrou na Netflix nesta quarta (14). A trama é um spin-off de X-Men, com um outro grupo de mutantes.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM