Jornal do Commercio
RESUMO DA NOVELA

Deus Salve o Rei: Catarina orienta Delano sobre a explosão

Afonso diz a Amália que terá que declarar a independência de Artena e coroar Catarina como rainha

Publicado em 13/06/2018, às 13h25

Catarina diz para Delano comprar um explosivo para testar sua sabotagem à mina / Globo/Reprodução
Catarina diz para Delano comprar um explosivo para testar sua sabotagem à mina
Globo/Reprodução
JC Online

No capítulo desta quarta-feira (13/6) da novela Deus Salve o Rei (Globo), exibido às 19h20, Catarina orienta Delano a comprar um explosivo para testar sua sabotagem à mina. Petrônio e Orlando se rebelam contra Rodolfo. Amália pede a Brumela para promover Diana a sua dama de companhia. Afonso diz a Amália que terá que declarar a independência de Artena e coroar Catarina como rainha.



Augusto

Margô entra na sala secreta do castelo, onde estão escondidos baús com moedas de ouro. Afonso concorda com a sugestão de Romero de tornar Tiago membro da guarda real. Afonso atende ao pedido de Amália e perdoa Ísis. Augusto descobre que o Conselho de Cália já o considera morto.

* A sinopse dos capítulos da novela pode ser alterada por decisão da emissora.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM