Jornal do Commercio
filosofia pop

Série traz textos de autores consagrados reeditados de forma curta e de fácil leitura

Lançados pela editora Martins Fontes, os livros se propõem a apresentar tratados filosóficos num estilo mais simples e compreensível

Publicado em 26/05/2011, às 09h45

Álvaro Filho

A filosofia nossa de cada dia. Assim a coleção Ideias vivas pretende tratar um assunto que parece tão distante das pessoas, mas que na verdade trata de problemas e questionamentos do cotidiano. A proposta é fisgar o jovem leitor com um texto ágil e um visual ousado, a fim de que ele se interesse pelo assunto e busque se aprofundar posteriormente, aí sim, numa literatura mais densa.

Pascal, Plutarco e Sêneca são os filósofos que abrem a coleção, editada pela Martins Fontes sob a tutela não de um filósofo, mas de um designer, garantindo o visual "modernoso", à la Restart, com cores fortes e valorizando a imagem. Os livros trazem textos retirados de obras maiores dos pensadores, alguns publicados num formato que se assemelha ao de uma tuitada.

Nos três primeiros livros, Pascal fala de Diversão e tédio, Sêneca discorre Sobre os enganos do mundo e Plutarco ensina Como distinguir o amigo do bajulador. O quarto volume, ainda sem data para lançamento, trará as ideias do inglês John Locke sobre Prazer, dor e paixões.

Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM