Jornal do Commercio
VERSOS

Em terceira edição, Poesia Bicho Fêmea enaltece autoras pernambucanas

O projeto traz recitais de Cida Pedrosa e Silvana Menezes e celebra a poesia de Maria Eugênia Menezes e Maria Pereira de Albuquerque nesta quinta (16/2)

Publicado em 16/02/2017, às 06h41

Silvana Menezes e Cida Pedrosa no Poesia Bicho Fêmea / Divulgação
Silvana Menezes e Cida Pedrosa no Poesia Bicho Fêmea
Divulgação
JC Online

A poesia de mulheres pernambucanas – todas elas com mais de 70 anos, quase todas vivas, com exceção de Celina de Holanda – tem sido o mote da celebração do projeto Poesia Bicho Fêmea, que leva para palcos e espaços os recitais de Cida Pedrosa e Silvana Menezes. Na sua terceira edição, realizada nesta quinta (16/2), a partir das 19h30, no Teatro Arraial, o mergulho será na obra de duas Marias: Maria Eugênia Menezes e Maria Pereira de Albuquerque.

“Não tem nada de homenagem, essa coisa fria. É um mergulho na obra de mulheres que são grandes escritoras”, explica Cida. “Todas são autoras com uma obra forte para a poesia brasileira. São poetisas premiadas, que tiveram destaque em jornais e, hoje, foram tornadas invisíveis.” 

Na celebração da poesia das autoras, ela e Silvana vão fazer um recital, lendo trechos das Cartas Marianas, volume que reúne a correspondência que as duas trocaram entre si, e de poemas e trechos escritos pelas duas mulheres. Depois, Maria Eugênia e Maria Pereira sobem ao palco para participarem de uma conversa mediada pela poeta Jussara Salazar. 

A novidade é que, durante a leitura, um casal de bailarinos, Marília Souto e Rafhael Biazzi, vai participar, dançando ao som dos poemas. A direção do espetáculo é de Emanuella de Jesus. “Na primeira edição, usamos a música como um elemento de diálogo. Na segunda, foram as artes plásticas. Agora, os bailarinos vão dançar o imaginário da poesia delas”, comenta Cida. 

SITE

Outro ponto do projeto, que tem recursos do Funcultura, é o registro de todos esses mergulhos na poesia das autoras. “Tudo é fotografado e filmado e vai ser reunido em um site, que vai ter os recitais, as entrevistas e a biografia delas. Não queremos só um projeto no palco, mas criar um pequeno acervo, que pode ser o início de novas leituras e pesquisas”, diz Cida. O Poesia Bicho Fêmea, que já abordou a obra de Maria de Lourdes Hortas, Celina de Holanda e Lenilde Freitas, ainda vai trazer celebrações da poesia de Myriam Brindeiro e Janice Japiassu.

Serviços

Poesia Bicho Fêmea - quinta (16/2), às 19h30, no Teatro Arraial (Rua da Aurora, 457, Boa Vista). Entrada gratuita.

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM