Jornal do Commercio
PROSA

Boas leituras para quem não vai brincar o Carnaval

O JC organizou algumas sugestões de livros lançados neste ano, de contos perturbadores a reportagens extensas

Publicado em 11/02/2018, às 07h41

A leitura é a pedida para quem quer descansar no Carnaval
 / Thiago/Editoria de Arte JC
A leitura é a pedida para quem quer descansar no Carnaval
Thiago/Editoria de Arte JC
JC Online

O Carnaval, para quem procura fugir da folia, pode ser uma época de botar as leituras em dia. Para quem quer mergulhar em algum bom livro até a Quarta-Feira de Cinzas, o JC organizou algumas sugestões de livros lançados neste ano. As dicas são variadas: vão desde obras de não-ficção, como reportagens e pesquisas históricas, até narrativas envolventes e perturbadoras.

ARGENTINA

O Espírito dos Meus Pais Continua a Subir na Chuva, romance do escritor Patricio Pron, lançado pela Todavia, reacende as cicatrizes da ditadura. Conta a história – com traços autobiográficos – de um jovem autor que retoma a seu país para encontrar o pai, sofrendo com uma doença severa. Nesse retorno, descobre que o passado da família se une ao lado mais obscuro do regime militar argentino.

KAFKA

No volume organizado e traduzido por Marcelo Backes, Blumfeld, um Solteirão de Mais Idade e Outras Histórias (Civilização Brasileira), é possível mergulhar na prosa perturbadora e inconfundível do escritor tcheco Franz Kafka. O recorte de Backes é pelos contos que trazem os “heróis” de Kakfa, para mostrar que todos são basicamente a mesma pessoa. Uma das preciosidades da coletânea, que tem 36 contos, é a história inédita O Guarda Cripta, único drama escrito pelo autor.

ADOLESCÊNCIA

Base para um dos filmes mais badalados do período pré-Oscar, o livro Me Chame pelo seu Nome (Intrínseca), do egípcio André Aciman, apresenta com grande sensibilidade o encontro entre o adolescente Elio, de férias com a família na Itália, e Oliver, o jovem universitário que vem participar de uma residência literária com o seu pai, um professor respeitado. Elio oscila entra a impaciência e o encanto com Oliver, vivendo não só o estranhamento da adolescência e da sexualidade, mas também o abismo que é se apaixonar verdadeiramente.

IMPERADOR

A trajetória de Caio Otávio, mais conhecido como o imperador Augusto, é o mote do romance de John Williams, intitulado Augustus (Rádio Londres).O autor do aclamado Stoner ficcionaliza o personagem através de cartas, diários, anotações e documentos de figuras históricas. Novamente, Williams mostra a vida humana forjada dentro do caos do acaso das imposições do mundo.



CONTOS

As narrativas do livro Era Uma Vez Uma Mulher que Tentou Matar o Bebê da Vizinha (Companhia das Letras), da escritora Liudmila Petruchévskaia, são recheadas de momentos assustadores e, ao mesmo tempo, cômicos. Uma das principais autoras russas contemporâneas, ela sofreu com a censura e só começou a publicar depois do fim da União Soviética. Nesses contos, alguns sobrenaturais e assombrados, é possível ver uma sociedade sufocada e folclore russo.

PROSA

Juan Rulfo, celebrado pelo romance Pedro Páramo, tem um outro romance editado no Brasil. O Galo de Ouro (José Olympio), escrito para ser o roteiro de um filme, conta a história de um homem que, ao adotar um galo de briga moribundo, vê sua sorte mudar. De miserável passa para a riqueza, conseguindo ainda conquistar a sensual La Caponera, mulher desejada por todos da cidade.

TEATRO

Lançado neste ano, O Teatro de Joaquim Cardozo (Cepe Editora) revela a importância da dramaturgia do poeta pernambucano. É uma leitura para os interessados na tradição da cultura popular pernambucana, com seis peças, todas produzidas entre 1960 e 1970. A edição tem texto crítico de Manoel Ricardo de Lima e João Denys.

JORNALISMO

A repórter Daniela Arbez conta a história por trás de uma das grandes tragédias recentes do Brasil no livro Todo Dia a Mesma Noite: A História Não Contada da Boate Kiss (Intrínseca). Com centenas de horas de depoimentos de familiares, envolvidos, profissionais de saúde e sobreviventes, ela revela a verdadeira dimensão do evento, que matou 242 pessoas.

JUDEUS

Dois livros abordam a história dos judeus que aportaram em Pernambuco no período colonial – tema do desfile da Portela neste ano. Em Busca de Sefarad – de Portugal a Pernambuco, do fotógrafo Felipe Goifman, conta a história da vinda de judeus e cristãos-novos e a saga atual de seus descendentes para retornar ao judaísmo. Já De Recife para Manhattan: os Judeus na Formação de Nova York (Planeta), de Daniela Levy, se foca na trajetória dos 23 judeus que saíram do Recife para voltar para a Europa e terminaram, por conta de uma tempestade, no que seria depois os Estados Unidos.


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por cido,11/02/2018

Uma dica muito boa também trata do livro "Verdade Sufocada – a história que a esquerda não quer que o Brasil conheça": A luta armada de esquerda no Brasil durante o período da ditadura militar entre 1964 e 1985. Uma história que o país não conhece. https://ladoblivros.com.br/luta-armada-de-esquerda-verdade/



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM