Jornal do Commercio
ADEUS

Pierre Bergé, companheiro de Yves Saint Laurent, morre aos 86 anos

Empresário e militante da causa gay faleceu após enfrentar uma longa doença

Publicado em 08/09/2017, às 14h57

Bergé foi co-fundador da marca Yves Saint Laurent / Foto: AFP
Bergé foi co-fundador da marca Yves Saint Laurent
Foto: AFP
Da AFP

O empresário e mecenas francês Pierre Bergé, companheiro do falecido estilista Yves Saint Laurent, morreu nesta sexta-feira aos 86 anos, após uma longa doença, anunciou sua fundação.

Bergé, cofundador e diretor durante 40 anos da marca Yves Saint Laurent, ativo militante da causa gay, faleceu em sua residência de Saint Remy de Provence, sudeste da França.

Bergé, que também era presidente do conselho de vigilância do grupo de imprensa Le Monde, sofria de miopatia, uma doença muscular.



VIDA

Ele se casou em março com o paisagista americano Madison Cox, de 58 anos, e vice-presidente da Fundação Bergé-Saint Laurent.

Faleceu poucas semanas antes da inauguração de dois museus dedicados ao legado de Yves Saint Laurent (1936-2008), um em Paris e outro em Marrakech, no Marruecos.

O ex-ministro francês da Cultura Jack Lang prestou homenagem a um "fabuloso mecenas, filantropo, esteta insaciável, empresário genial, homem de cultura e de todas as paixões".


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vidas Compartilhadas Vidas Compartilhadas
O JC apresenta o mundo da doação e dos transplantes de órgãos pelas vozes de pessoas que ensinam, mesmo diante das adversidades, a recomeçar a vida quantas vezes for preciso.
JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM