Jornal do Commercio
MODA

Modelo Gigi Hadid fala de perda de peso: 'Tenho síndrome de Hashimoto'

A modelo já ouviu críticas por estar fora do padrão para o mundo da moda e, depois, por ter perdido muito peso

Publicado em 14/02/2018, às 18h20

Gigi Hadid na passarela  / Valerie Macon/AFP
Gigi Hadid na passarela
Valerie Macon/AFP
Estadão Conteúdo

No começo de sua carreira, Gigi Hadid contou com diversas críticas sobre o seu corpo, aparentemente fora do padrão para modelos. Porém, desde então, Gigi perdeu bastante peso e isso também trouxe comentários negativos em suas redes sociais.

Cansada da situação, a modelo resolveu usar o Twitter para explicar por que o seu corpo havia mudado tanto nos últimos anos Em uma série de tweets, ela explicou que o motivo foi a descoberta da síndrome de Hashimoto, uma doença causada por uma reação do sistema imunológico à glândula da tireoide. "Aqueles que me chamavam de gorda demais para a indústria estavam vendo inflamações e retenção de líquido", contou. "Nos últimos anos, fui medicada apropriadamente para ajudar a lidar com os sintomas, que incluem extrema fadiga, problemas no metabolismo e na capacidade do corpo de reter calor".

SEM DIETA

Gigi seguiu o desabafo contando que não mudou a sua dieta, mas agora o seu corpo lida com a comida diferentemente: "Eu talvez esteja muito magra para você, honestamente nem eu quero ser tão magra, mas me sinto mais saudável internamente. Eu ainda estou aprendendo e crescendo com o meu corpo, assim como todo mundo". Para finalizar, ela declarou que não irá mais se explicar por conta de seu corpo: "Aprendam a ter mais empatia com o outro e a entender a história inteira"


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM