Jornal do Commercio
SHOW

Sandy e Luiza Possi em encontro inédito na cidade

O ponto alto da noite foi o encontro das duas divas cantando juntas uma canção do pernambucano Lenine

Publicado em 04/06/2011, às 11h17

 / Foto: Aline Souza / Especial para o JC

Foto: Aline Souza / Especial para o JC

Aline Souza

A casa ficou cheia de admiradores e curiosos das cantoras Luiza Possi e Sandy. Até os que não conseguiram acompanhar o coro de fãs inveterados que estavam no Chevrolet Hall, em Olinda, na última sexta-feira (3), sairam de lá encantados.

Luiza Possi foi a primeira a subir no palco. O show foi marcado por boas escolhas de repertório, com interpretações de músicas do Rei Roberto Carlos, Chico Buarque, Djavan, além de canções que marcaram a carreira de Luiza como "Dias iguais" e "Tudo que há de bom". 

A cantora falou do novo projeto no qual está envolvida, o lançamento do segundo DVD ao vivo, o "Seguir Cantando", que tem previsão de lançamento para agosto. "Estou super feliz com o DVD que é muito autoral, de botar a mão na massa e chamar a minha mãe (Zizi Possi) pela primeira vez em um trabalho meu e também artistas que gosto muito como  Ivete Sangalo", disse a cantora. 

Sandy começou com um show mais intimista mas aos poucos deixou de lado a timidez e misturou voz e perfomance musical - chegou a tocar piano e percussão - provando que experiência conta muito em cima de um palco.

O ponto alto da noite foi o encontro das duas divas cantando juntas uma canção do pernambucano Lenine. "É a primeira vez que tive uma participação especial nesse show. Adorei! Formamos uma nova dupla: Luiza e Sandy. E aí, o que vocês acham?", brincou a irmã de Junior Lima. 

Além das canções que ela mesma escreveu para "Manuscrito" - seu novo trabalho e primeiro projeto em carreira solo -, Sandy cantou músicas que ela definiu como "canções que marcaram uma fase da minha vida". Oasis, Legião Urbana, Lulu Santos, Djavan e Roberto Carlos foram algumas dessas contribuições.

O cenário, o encontro das musas e os fãs foram os principais personagens da grande noite. O público acompanhou todas as músicas em coro e com emoção, jogaram flores e balões em forma de coração para Sandy, enquanto ela cantava. A plateia também puxou o refrão de "Inesquecível", canção ela gravou com o irmão. ''Vou contar pro meu irmão que vocês fizeram isso comigo, viu? É tão bom lembrar do passado e eu tenho a maior saudade dele, uma saudade boa. Tudo o que vivi construiu a pessoa que sou hoje. Sou muito feliz por isso'', agradeceu.

Os mais persistentes conseguiram tietar a artista no camarim. A estudante Letícia Buarque, 16 anos, conta que é fã de Sandy desde que tinha quatro anos e foi uma das dezenas de garotas que fizeram fila na porta da cantora para pedir autógrafo. "Há 12 anos eu esperei para conhecê-la. Sei todas as músicas e me emocionei muito com o encontro. Eu estava muito nervosa. Agora estou um pouco mais calma porque foi um sonho realizado. Eu nem acredito. Ela é delicada, carinhosa e se eu já gostava dela agora sou mais fã ainda", disse.




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM